Alimentação para GLICOSE ALTERADA ( Cardápio )

Já faz muitos anos que sabemos o quanto uma alimentação errada pode prejudicar nosso organismo, trazendo grandes danos. Entre esses danos está a glicose alterada que poderá  resultar na doença de diabetes que é uma doença crônica sem soluções para cura.

O aumento da glicemia acontece quando a Insulina produzida pelo Pâncreas não está dando conta de de absorvê-la para transformá-la em energia para o corpo. Essa disfunção poderá se tornar ainda mais séria se acaso não forem tomadas as providencias necessárias para resolver o problema com urgência.

Alguns sintomas do aumento da glicose no sangue

  • Sensação de cansaço
  • Sede em excesso sem motivo aparente
  • Perda de peso
  • Aumento de apetite
  • Sonolência
  • Aumento na quantidade de urina

Como fazer a medição da glicose?

Para fazer a medição da glicose existe um aparelho específico que avalia a quantidade de glicose em apenas uma gota de sangue. O teste é feito com facilidade, pois é preciso apenas fazer um pequeno furo na ponta do dedo, recolher a amostra de sangue e o resultado sai rapidinho.

Essa medição é necessária para os portadores de Diabetes ou para aqueles indivíduos que são propensos a essa doença e geralmente é feita antes e depois das refeições. Com esses testes feitos regularmente fica mais fácil adequarmos uma alimentação mais saudável  e também conferirmos a dosagem de Insulina a ser aplicada se for o caso.

Tem também o aparelho denominado Freestyle libre que é um pequeno sensor que fica preso no braço e avalia constantemente a glicose. Além disso, esse aparelho apresenta algumas previsões para os próximos instantes, o que facilita ainda mais para quem precisa a todo o custo controlar a glicose alterada no sangue.

Quais os níveis recomendados?

Segundo os especialistas o nível normal de glicose no sangue é de até 99 mg/dl após 8 horas de jejum. Com a glicose chegando a valores variados de 100 a 125 mg/dl, considera-se que o indivíduo está com a glicose alterada, porém, ainda não pode ser diagnosticado como diabético.

Quando a glicose é medida em período de jejum e ultrapassar a 126 mg/dl, o indivíduo já está com Diabetes. Já no caso de a glicose ser medida a qualquer hora do dia e se encontrar acima de 200 mg/dl, também é motivo para se diagnosticar a Diabetes.

Sendo assim, se acaso os valores exagerados se repetirem no dia seguinte, é imprescindível que o indivíduo busque por aconselhamento de um endocrinologista para saber como agir para combater com urgência a Diabetes.

Cardápio para baixar o açúcar do sangue

Provido de alimentos saudáveis, o cardápio do dia para controlar a glicose alterada pode ser assim formado:

  • Café da manhã – essa deve ser a principal refeição do dia e pode ser preparada com frutas, iogurte natural, e pão de cereais integrais, tudo isso com o mínimo de açúcar.
  • Lanche da manhã – para não comprometer o apetite para o almoço, esse lanche poderá oferecer uma maçã ou um copo de suco natural.
  • Almoço – muita salada fresca, preferencialmente as folhas mais escuras temperadas com azeite de oliva e muito pouco sal e limão. Além disso, podemos apostar numa porção de arroz integral e um bife bem pequeno de carne magra.
  • Sobremesa – o correto é não ingerirmos sobremesa depois das refeições, mas para quem desejar, uma laranja ou uma maçã ajudarão na digestão.
  • Lanche da tarde – esse também nem sempre se faz necessário, mas para aqueles que sentirem fome, poderão ingerir uma fruta que é rica em nutrientes ou então um copo de suco natural que além de conter a fome também vai refrescar.
  • Jantar – o jantar é uma refeição que deve ser ingerida cedo da noite e no caso de precisarmos controlar a glicose no sangue, uma boa opção são as torradas e um chá natural como camomila ou hortelã que podem ser ingeridos frios.

Todos os dias, o cardápio pode ser regado de frutas, verduras e cereais integrais. É importante abster-se dos carboidratos simples encontrados nos cereais refinados e alimentos industrializados e também não devemos vacilar no açúcar, pois no caso dos alimentos, são estes os principais responsáveis pela glicose alterada.

Nota importante – para aqueles que optarem por ingerir os sucos naturais, estes devem ser acompanhados com o babaço, que é rico em fibras e anulam os efeitos da frutose da fruta.

Alguns alimentos que não podem faltar

  • Pêssego – essa fruta é rica em minerais, carotenoides e polifenóis, compostos muito úteis para ajudar no controle da glicose no sangue
  • Morangos – essa fruta é muito pobre em frutose e, além disso, ela contém antioxidantes que são indispensáveis ao organismo, sem contar que ela também é um alimento saboroso
  • Feijão – rico em minerais, proteínas, esse grão muito conhecido na mesa dos brasileiros além de ser um super-alimento contém uma goma e pectinas que diminuem a absorção do açúcar evitando que se aloje no sangue.

 Alguns alimentos que é preciso abolir do cardápio

  • Bebida alcoólica – a bebida alcoólica pode primeiramente favorecer a Hipoglicemia drástica e depois mudar o quadro para uma hiperglicemia
  • Massas brancas e arroz branco – ricos em carboidratos simples esses alimentos aumentam a glicemia chegando a causar algumas crises mais severas.
  • Refrigerantes – já reconhecido como um doce veneno disfarçado, os refrigerantes são ricos em açúcar e outros componentes que favorecem o aumento de glicose no sangue.

 

Leia também: