Remédio para Sinusite, Anti-inflamatório, analgésicos, Antibióticos

Conhecida como uma doença muito comum que não escolhe suas vítimas, a Sinusite é causada por fatores bem variados e, especialmente em nossos dias, quando estamos expostos com muita frequência aos agentes causadores de alergia, esse tipo de inflamação se torna ainda mais comum.

Uma das razões para que essa doença aconteça no ser humano é o descuido com o sistema de proteção do corpo, pois quando ele se encontra enfraquecido, ficamos mais sujeitos a esse tipo de complicação no sistema respiratório.


Quando detectada precocemente, esse tipo de inflamação pode até ser controlada com medicamentos caseiros, mas quando o problema é mais complicado com a doença já em estágio mais avançado, a solução é buscar por um anti-inflamatório para Sinusite que o médico especialista irá recomendar.

O que é Sinusite

Denomina-se Sinusite, uma inflamação da mucosa dos seios da face, região do crânio formada por cavidades ósseas ao redor do nariz, maçãs do rosto e também ao redor dos olhos.

Em geral, essa doença é provocada pelo vírus Influenza e portanto, é muito comum quando o indivíduo sofre uma crise de gripe. Ademais, ela pode surgir por conta de bactérias que atacam o sistema respiratório, afetando as secreções nasais após algum quaro alérgico, mantendo-as presas no interior dos seios nasais.


A Sinusite é uma doença que também pode se originar a partir de uma infecção mal curada, ou algum outro fator que dificulte a secreção dos seios da face.

Trata-se de uma doença que pode ser curada. Porém para que o sucesso seja alcançado, é importante que o indivíduo busque por ajuda médica assim que surjam os primeiros sintomas, e também o tratamento precisa ser eficaz.

Quando acontece a demora por um tratamento, a doença poderá se tornar crônica e, daí então, as dificuldades com os tratamentos serão maiores.

A Sinusite pode ser classificada em dois tipos:

  • Sinusite Aguda – a Sinusite é considerada Aguda quando os sintomas não persistem por mais de 12 semanas.
  • Sinusite Crônica – nesse caso, os sintomas como a inflamação dos seios nasais e o inchaço persistem por mais de 12 semanas.

As principais Causas

As principais causas para que aconteça a Sinusite são:

  • Infecções por fungos, bactérias e vírus,
  • Poeira,
  • Choque térmico,
  • Cheiro forte que desencadeia os quadros alérgicos,
  • Exposição a agentes químicos,
  • Possíveis alterações na anatomia nasal ou mesmo nos seios da face,
  • Presença de um tumor nas cavidades nasais ou nos seios da face (caso muito raro).

Sintomas Observados

Os sintomas mais característicos em um indivíduo com Sinusite são:

  • Secreção nasal amarelada e espessa que vem acompanhada com uma sensação de peso ou pressão no rosto.
  • Dor de cabeça que pode abranger a região dos olhos e o nariz,
  • Dificuldade para respirar pelo nariz,
  • Mau hálito,
  • Tosse que tende a ser mais constante no período da noite,
  • Perda do olfato e do paladar,
  • Dor de garganta,
  • Febre alta acima de 38ºC, (infecção bacteriana)
  • Tonturas, (infecção bacteriana)
  • Secreção esverdeada quando se trata de infecção bacteriana.

Sobre a Sinusite de origem viral e bacteriana

Quando os sintomas da Sinusite persistirem por até 10 dias sem se agravarem, podemos dizer que se trata de uma Sinusite de origem viral e, acontece em pelo menos 80% dos casos. Nesse caso, não é necessário o uso de medicamentos antibióticos apenas as opções em analgésicos e spray para limpeza nasal e, em alguns casos mais agudos, os anti-inflamatórios.

Quando porém, os sintomas persistirem com maior agravamento e se estenderem para mais de 10 dias sem melhora, podemos deduzir que se trata de uma infestação bacteriana e certamente será necessário um tratamento mais drástico com o uso de medicamentos antibióticos.

Porém, quando o organismo do paciente apresenta condições imunológicas adequadas, pelo menos 70% dos casos de sinusite de origem bacteriana também pode ser controlado sem o uso de antibióticos.

Mas independente da origem desse mal, antes de partir para um tratamento, é preciso buscar pela segurança do diagnóstico. Devemos entender que, se por exemplo, a doença é causada por vírus, de nada vai adiantar o uso de um antibiótico no tratamento.

Por outro lado, se o problema for causado por bactéria e buscarmos por um tratamento inadequado, as bactérias se tornarão mais resistentes e dificultar o tratamento.

Sinusite Alérgica

Sinusite Alérgica é uma inflamação dos seios da face provocada por uma alergia a algum tipo de agente externo, seja alimento ou então por conta da ação de ácaros, muito comum em ambientes escuros que ficam fechados por muito tempo.

A doença provocada por agentes alérgicos pode apresentar crises bastante frequentes provocando muito desconforto e até mesmo algum constrangimento ao indivíduo por conta dos sintomas que apresenta.

A principal causa para que a sinusite do tipo alérgica aconteça é a inflamação na mucosa que reveste a cavidade nasal provocada por agentes alergênicos como a poeira a ação de ácaros ou algum tipo de alimento.

Sintomas da sinusite alérgica

Alguns dos sintomas da sinusite alérgica também podem se apresentar no caso da doença provocada por outras causas;

  • Coriza frequente,
  • Dor nos ossos da face,
  • Dificuldade para respirar,
  • Dor de cabeça,
  • Crises de espirros,
  • Olhos avermelhados e lacrimejantes,
  • Coceira nos olhos,
  • Febre,
  • Falta de apetite,
  • Sensação de cansaço,
  • Mau hálito,
  • Tonturas,
  • entre outros sintomas

Sinusite Fúngica

A Sinusite Fúngica caracteriza-se por uma inflamação nas mucosas nasais que pode causar lesões bem severas. Essa doença acontece por conta da infestação de fungos que se alojam na cavidade nasal formando uma “massa fúngica”.

Esse é um tipo de sinusite que acontece mais comumente em regiões de clima quente e úmido. Pessoas que se encontram com o sistema de defesa do corpo debilitado apresentam maior probabilidade para sofrerem com a doença.

Em algumas situações, o problema pode acontecer por conta do uso de antibióticos e corticosteroides sistêmicos que debilitam tornam o organismo susceptível a esses micro-organismos.

Alguns dos sintomas da Sinusite Fúngica

Alguns dos sintomas da sinusite causada por fungos também podem se manifestar quando a doença é causada por outros agentes. Vamos a alguns desses sintomas;

  • Dor na face,
  • Calcificação dos seios da face,
  • Obstrução nasal,
  • Secreção purulenta,
  • Dor de cabeça,
  • Dificuldades para respirar,
  • Sensação de queimação na garganta,
  • Coriza constante,
  • Diminuição da capacidade olfativa,
  • Falta de apetite,
  • Sensação de fadiga,
  • Mau hálito,
  • Perda de peso,
  • entre outros sintomas.

Vale lembrar que assim que o indivíduo começar a sentir sintomas assim, é importante buscar por um médico especializado para diagnosticar logo a doença e começar um tratamento apropriado.

Como diagnosticar a Sinusite

O profissional médico que pode diagnosticar a Sinusite é o Otorrinolaringologista e em geral, se percebe o problema apenas com a confirmação dos sintomas e com o exame de palpação dos seios nasais. Mas para maior garantia no diagnóstico o profissional médico ainda deverá solicitar outros exames, tais como:

  • Endoscopia Nasal – para esse exame é introduzido um pequeno tubo no nariz para avaliar o interior dos seios nasais. Com o exame, identifica-se outras causas do problema como, por exemplo, a presença de pólipos nasais  que possam ser a causa da Sinusite.
  • Tomografia computadorizada – com esse exame é possível identificar uma possível inflamação mais profunda que não é percebida em uma Endoscopia nasal. Além disso, é possível avaliar a anatomia dos seios nasais.
  • Coleta de secreções nasais – nesse caso, o médico faz uma coleta da secreção nasal para mandar para análise em laboratório para se averiguar a presença ou não de bactérias ou vírus.
  •  Teste de Alergia – esse exame é necessário quando não é identificado a presença de micro-organismos que possam estar provocando a sinusite. Esse teste só é solicitado quando o paciente se queixa de alguma reação alérgica com coceira, vermelhidão na pele ou inchaço.

Para esse teste, o médico vai pingar algum tipo de substância alérgica para tentar descobrir o real motivo da condição alergia.

Raios X Seios da Face

Os Raios X dos seios da face são solicitados sempre que o paciente apresenta sintomas de sinusite ou outras complicações que possam causar comprometimentos nas cavidades da face.

Assim como o Raio X feito em outras regiões do corpo, esse também não causa nenhum desconforto ou dor.

Esse tipo de exame nos seios da face pode ser solicitado pelo médico sempre que existir uma condição relacionada a:

  • Sinusite aguda,
  • Sinusite crônica,
  • Celulite orbital,
  • Meningite.

Na realização desse exame, é solicitado ao paciente que se assente em uma cadeira permitindo que os líquidos presentes nos seios da face possam ser facilmente vistos nas fotos. Ainda para o exame, o responsável técnico poderá pedir que o paciente mude a posição da cabeça na medida em que as fotos forem saindo.

Diferenças entre Rinite e Sinusite

A Rinite e a Sinusite são constantemente confundidas por pessoas leigas que pouco entendem do assunto. Por isso, vamos tecer alguns comentários para explicar as diferenças que existem entre elas, lembrando que um quadro de Rinite pode se transformar e Sinusite.

Sobre a Rinite

A Rinite é uma inflamação que acontece na mucosa nasal e pode ser motivada por causas variadas como, por exemplo, um resfriado que também pode ser chamada de Rinite Infecciosa.

Os sintomas mais comuns dessa doença são:

  • Coriza,
  • Espirros,
  • Nariz entupido,
  • Coceira no nariz.

Ademais, a Rinite traz complicações apenas para o nariz.

Sobre a Sinusite

A Sinusite é uma inflamação que afeta os seios da face que se localizam ao redor do nariz, nas maçãs do rosto e ao redor dos olhos. Trata-se de uma doença que apesar de apresentar alguns sintomas parecidos com a Rinite, o quadro é ainda pior, especialmente quando se trata de um caso crônico.

Com respeito aos sintomas da Sinusite, nos tipos diferenciados da doença, estes já foram mencionados mais acima, mas os mais presentes são:

  • Dor na região facial,
  • Sensação de peso no rosto.

Analgésicos para Febre

Por vezes, os sintomas da Sinusite podem desaparecer em poucos dias, mesmo sem o uso de um medicamento específico. Porém, na medida que os dias passam, e o alívio não chega, na visita ao médico, este, além dos exames necessários para diagnosticar o problema com mais segurança, também deverá recomendar o uso de analgésico, tanto para combater a dor de cabeça como a febre.

Usando esses medicamentos com consciência, sempre com a recomendação médica, o paciente pode ter um alívio quase que imediato desses sintomas que causam muito constrangimentos.

Entre as opções em analgésicos que os médicos poderão recomendar podemos destacar:

Remédio Paracetamol

Paracetamol (substância ativa) é um dos medicamentos com ação analgésica encontrado no mercado que o médico poderá indicar. Paracetamol é encontrado na forma de gotas ou comprimidos e é recomendado para crianças a partir dos 12 anos de idade e adultos.

Como usar esse medicamento

  • Comprimidos – para crianças a partir de 12 anos de idade e adultos, a recomendação médica varia de 500 mg a 1000 mg por dose ingeridos com intervalo de 4 a 6 horas.
  • Na forma de gotas – em geral a recomendação médica é de 35 gotas a 55 gotas por dose, ingeridas com intervalo de 4 a 6 horas sem exceder a 5 administrações por dia.

Nota – mesmo sabendo dos dados acima, é importante buscar pela recomendação exclusiva do médico para fazer uso desse medicamento, pois a dosagem vai variar de acordo com o quadro clínico do paciente.

Efeitos adversos desse medicamento – alguns dos efeitos adversos mais comuns que esse medicamento pode apresentar são:

  • Erupções cutâneas,
  • Urticária,
  • Eritema pigmentar fixo,
  • Choque anafilático,
  • Angiodema.

Contra-indicações desse medicamento – o uso de Paracetamol é contra-indicado nas seguintes situações:

  • Para pessoas menores de 12 anos de idade,
  • Para pacientes com sensibilidade à fórmula do medicamento,
  • Mulheres grávidas ou no período de amamentação não devem ingerir esse medicamento, salvo se recomendado pelo médico responsável.

Nota – pacientes que fazem uso desse medicamento devem abster-se de bebidas alcoólicas durante o tratamento.

Dipirona Sódica – Solução Oral Gotas

Dipirona sódica Solução Oral gotas é mais um medicamento com ação analgésica que os médicos costumam recomendar para combater a dor e a febre em situações diversas, inclusive para combater os sintomas da Sinusite.

Esse medicamento é recomendado para crianças a partir dos 3 meses de idade e para adultos.

Como usar esse medicamento

  • Adolescentes acima de 15 anos e adultos – em geral, a recomendação médica é de 20 a 40 gotas de Dipirona Sódica em uma única administração. Para casos mais severos, o médico ainda poderá recomendar o uso de até 40 gotas ingeridas até 4 vezes ao dia.
  • Para crianças maiores de 3 meses de idade e menores de 15 anos de idade devem ser orientadas pelo médico com um tratamento mais específico variando da gravidade do problema que enfrentam.

Efeitos adversos desse medicamento – os efeitos adversos mais comuns desse medicamento são:

  • Coceira,
  • Ardência no corpo,
  • Inchaço,
  • Problemas de sangramento,
  • Problemas digestivos,
  • Falta de ar.

Contra-indicações – Dipirona Sódica é contra-indicado nas seguintes situações:

  • Para crianças menores de 3 meses de vida ou com menos de 5 kg de peso,
  • Para pacientes com Porfíria Hepática aguda intermitente,
  • Para pessoas com Deficiência Congênita de Glicose -6 – Fosfato Desidrogenase,
  • Para pacientes com Asma analgésica ou que apresentam intolerância analgésica,
  • Para pacientes com sensibilidade ao medicamento,
  • Para mulheres nos 3 últimos meses de gestação.

Remédio AAS – Ácido Acetilsalicílico

AAS é outro medicamento com ação analgésica, mas que faz parte dos anti-inflamatórios não-esteroides e que pode ser útil no tratamento dos sintomas da Sinusite aliviando a dor e também a febre.

Substância ativa nesse medicamento 

  • AAS para adultos – cada comprimido de AAS contém 500 mg de Ácido Acetilsalicílico.
  • AAS Infantil – cada comprimido contém 100 mg de Ácido Acetilsalicílico.

Como usar esse medicamento 

AAS para Adultos
  • Adultos – a recomendação médica geralmente é de 1 a 2 comprimidos de 500 mg a cada 4 ou 8 horas. Porém  nunca se deve exceder a 8 comprimidos dentro das 24 horas.
  • Crianças a partir de 12 anos – a recomendação é de 1 comprimido de 500 mg até 3 vezes ao dia, mas sempre com a recomendação médica.
AAS Infantil
  • Crianças de 6 meses a 1 ano de vida – a recomendação em geral é de 1/2 a 1 comprimido de 100 ao dia.
  • Crianças de 1 ano a 3 anos de idade – recomenda-se 1 comprimido de 100 mg ao dia.
  • Crianças de 4 anos a 6 anos de vida – recomenda-se 2 comprimidos de AAS 100 mg ao dia.
  • Crianças de 7 anos a 9 anos de idade – a recomendação é de 3 comprimidos de 100 mg ao dia.
  • Crianças de 9 anos a 12 anos de idade – a recomendação é de 4 comprimidos de 100 mg ao dia.

Efeitos adversos desse medicamento – os efeitos adversos mais comuns que esse medicamento pode apresentar são:

  • Náuseas,
  • Vômitos,
  • Dor no estômago,
  • Azia,
  • Insuficiência renal,
  • Dor de cabeça,
  • Úlcera péptica,
  • Síndrome de Reye,
  • Zumbidos.

Contra-indicações – esse medicamento é contra-indicado em situações como:

  • Para pessoas sensíveis aos componentes da fórmula do AAS,
  • Para mulheres no período de gestação ou amamentação,
  • Para crianças e adolescentes que apresentam febre de origem viral,
  • Para pessoas hemofílicas,
  • Para pessoas com histórico de alergia a anti-inflamatórios não esteroides,
  • Para pessoas acometidas de úlceras ou que apresentam quadros hemorrágicos.

Anti-inflamatório Bi-Profenid

Bi-Profenid é um remédio anti-inflamatório para Sinusite bastante eficaz que vamos encontrar no mercado. Trata-se de um medicamento que também apresenta propriedade analgésica e antitérmica que também pode tratar de outras doenças relacionadas ao sistema respiratório e ao sistema músculo-esquelético quando existir uma inflamação a ser combatida.

Substância ativa nesse medicamento – cada comprimido de Bi-Profenid contém 2 camadas de 75 mg de Cetoprofeno.

Como usar esse medicamento – o tratamento com esse medicamento deve ser realizado da seguinte forma:

  • Tratamento de ataque – a recomendação é de 1 comprimido de Bi-Profenid 150 mg, duas vezes ao dia. O tratamento de ataque deve ser feito com o menor tempo eficaz possível que deverá ser orientado pelo médico para então começar o tratamento de manutenção.
  • Tratamento de manutenção –  nesse caso, a recomendação é de 1 comprimido de Bi-Profenid 150 mg ao dia.

Efeitos adversos desse medicamento – o uso desse medicamento pode apresentar uma variedade de efeitos adversos, daí a necessidade de buscar sempre pela orientação de um médico responsável pelo tratamento.

Contra-indicações – esse medicamento é contra-indicado nas seguintes situações:

  • Para pacientes com crises de asma, urticária ou rinite aguda causados pelo Cetoprofeno ou outros anti-inflamatórios não esteroides,
  • Para pacientes com úlcera péptica ativa,
  • Para pacientes com insuficiência hepática, renal ou cardíaca mais agravante,
  • Para mulheres nos últimos 3 meses de gravidez,
  • Para crianças.

Valor desse medicamento – a embalagem com 10 comprimidos de Bi-Profenid 150 mg tem um valor aproximado de R$ 55,00 reais.

Anti-inflamatório Nisalgen

Mais um anti-inflamatório para Sinusite, Nisalgen é mais uma opção entre os medicamentos que também oferece ação antitérmica e analgésica e por isso, é muito recomendado para tratar dos processos inflamatórios que afetam o sistema respiratório e outras condições com inflamação no corpo.

Substância ativa nesse medicamento – a substância ativa nesse medicamento é a Nimesulida.

Como usar esse medicamento 

  • Adultos – a recomendação médica em geral é de 1 comprimido de 100 mg a cada 12 horas,
  • Crianças – 1 gota do medicamento por kg de peso a cada 12 horas.

Efeitos adversos desse medicamento – os efeitos adversos mais comuns que esse medicamento pode apresentar são:

  • Náuseas,
  • Dor no estômago ou desconforto estomacal,
  • Febre,
  • Dor de cabeça.

Contra-indicações – esse medicamento é contra-indicado nas seguintes situações:

  • Para pacientes com sensibilidade a Nimesulida ou outros componentes da fórmula,
  • Para pacientes com histórico de reações como broncoespasmo, rinite, alergia na pele, inchaço por baixo da pele, entre outras complicações relacionadas,
  • Para pacientes com comprometimento hepático,
  • Para pacientes com úlcera péptica ativa, ulcerações recorrentes ou com hemorragia gastrointestinal,
  • Para pacientes com distúrbios de coagulação mais severos,
  • Para pacientes com insuficiência cardíaca mais severa,
  • Para pacientes com comprometimentos renais,
  • Para pacientes menores de 12 anos de idade.

Valor desse medicamento – a embalagem com 12 comprimidos de Nisalgen tem um valor aproximado de R$ 29,00 reais.

Remédio Nasonex Spray

Nasonex Spray é um medicamento indicado para crianças com mais de 12 anos de idade e adultos. Trata-se de um medicamento serve como complemento dos tratamentos com antibiótico quando se trata de sinusite em estado agudo.

Substância ativa nesse medicamento – cada aplicação do spray nasal libera aproximadamente 50 mcg de Furoato de Mometasona.

Como usar esse medicamento – com respeito a forma do tratamento com esse medicamento, apenas o médico é quem poderá indicar após fazer uma avaliação clínica do paciente. O uso adequado desse medicamento é essencial para que se alcance o verdadeiro sucesso no tratamento.

Efeitos adversos nesse medicamento – em geral, esse medicamento é bem tolerado, mas podem surgir efeitos adversos como:

  • Dor de cabeça,
  • Sangramento nasal,
  • Dor de garganta,
  • Ardor ou irritação nasal.

Se algum desses efeitos acontecerem, entre em contato com seu médico.

Contra-indicações – esse medicamento é contra-indicado nas seguintes situações:

  • Para pacientes com sensibilidade à sua fórmula,
  • Para crianças com idade abaixo de 2 anos.

Valor desse medicamento – a embalagem com 120 doses de Nasonex Spray tem um valor aproximado de R$ 87,00 reais.

Remédio Tylenol Sinus

Tylenol é mais um remédio indicado para tratar da gripe, dos resfriados e também da sinusite. Graças a sua fórmula, o uso desse medicamento alivia temporariamente os sintomas advindos dessas complicações no sistema respiratório.

Substâncias ativas nesse medicamento – cada comprimido de Tylenol Sinus contém:

  • 500 mg de Paracetamol,
  • 30 mg de Cloridrato de Pseudoefedrina.

Como usar esse medicamento – em geral, a dose recomendada para crianças a partir de 12 anos de idade e adultos é de 2 comprimidos a cada 4 ou 6 horas nunca ultrapassando a 8 comprimidos ao dia. O tratamento deve ser feito por um período de 7 dias em caso de dor ou por mais de 3 dias em caso de haver febre.

Efeitos adversos desse medicamento – os efeitos adversos mais comuns que esse medicamento pode apresentar são:

  • Boca seca,
  • Náuseas,
  • Nervosismo,
  • Tontura,
  • Insônia.

Contra-indicações – esse medicamento é contra-indicado em situações como:

  • Para pacientes com sensibilidade ao Paracetamol ou a qualquer outro componente da fórmula,
  • Para pacientes com problemas cardíacos,
  • Para pacientes com problemas de Tireoide,
  • Para pacientes com pressão alta,
  • Para pacientes diabéticos,
  • Para pacientes com dificuldades para urinar por conta do aumento da próstata,
  • Para mulheres gestantes ou no período de amamentação, salvo recomendação médica,

Valor desse medicamento – a embalagem com 24 comprimidos de Tylenol Sinus tem um valor aproximado de R$ 17,00 reais.

Remédio Ibuprofeno

Ibuprofeno é um medicamento com ação anti-inflamatória muito conhecido no mercado. Trata-se de um remédio bem versátil, muito eficaz em tratamentos diversos onde é preciso combater a inflamação, a dor e a febre e, por isso, também pode ser utilizado para combater os sintomas da sinusite.

Substância ativa nesse medicamento – ao visitarmos o mercado, vamos encontrar esse medicamento com apresentação variada, tais como:

  • Gotas pediátricas – cada ml da solução contém 50 mg ou 100 mg de Ibuprofeno,
  • Na forma de comprimidos – cada comprimido contém 200 mg, ou 400 mg ou ainda 600 mg.

Como usar esse medicamento

Gotas pediátricas

  • Crianças a partir de 6 meses de idade – em geral, a recomendação médica é de 1 a 2 gotas de Ibuprofeno 50 mg por kg de peso da criança administradas a cada 6 ou 8 horas.
  • Crianças com mais de 30 kg de peso – em geral, a recomendação é de 200 mg ao dia. Nesse caso, pode-se optar por 40 gotas de Ibuprofeno 50 mg ou 20 gotas de Ibuprofeno 100 mg ao dia.
  • Adultos – em geral, recomenda-se a administração de 200 mg a 800 mg, 3 a 4 vezes ao dia, nunca excedendo a 3.200 mg do medicamento ao dia.

Ibuprofeno 200 mg – Crianças com mais de 12 anos de idade e adultos devem ingerir entre 1 e 2 comprimidos, 3 a 4 vezes ao dia com intervalo mínimo de 4 horas, nunca excedendo a dosagem máxima de 6 comprimidos ao dia.

Ibuprofeno 400 mg – adultos e crianças com mais de 12 anos devem ingerir 1 comprimido a cada 6 ou 8 horas de acordo com a recomendação do médico.

Ibuprofeno 600 mg – esse medicamento é recomendado apenas para o público adulto. A recomendação em geral é de 1 comprimido ingerido 3 a 4 vezes ao dia ou de acordo com o aconselhamento médico.

Nota – os comprimidos de Ibuprofeno devem ser ingeridos inteiros, sem partir ou mastigar, sempre junto com um pouco de água ou leite.

Quando é recomendado Antibióticos

O uso de antibióticos no tratamento da Sinusite só podem ser recomendados quando o diagnóstico acusa uma doença provocada por bactérias.

Quando a doença é provocada por fungos ou vírus ou mesmo por conta de outros agentes, de nada vai adiantar o uso desses medicamentos, pelo contrário, só irá complicar a situação.

Esse é mais um motivo do porque é necessário buscar por um médico especializado para diagnosticar a doença com suas causas para, daí então, recomendar o melhor tratamento.

Também não devemos olvidar de que o uso errado de medicamentos antibióticos podem tornar as bactérias sensíveis, mais resistente ao medicamento e, nesse caso, ele não fará o efeito esperado.

Quando é de fato necessário o uso desses medicamentos, os mais recomendados são:

Antibiótico Levofloxacino – Comprimidos

Levofloxacino é uma das opções bem conhecidas entre os antibióticos recomendados para tratar da Sinusite Bacteriana. Trata-se de um medicamento muito poderoso capaz de combater bactérias diversas sensíveis a ele.

Substância ativa nesse medicamento – cada comprimido contém 250 mg ou 500 mg de Levofloxacino.

Como usar esse medicamento – quanto a forma de tratamento desse medicamento, somente o médico é quem poderá determinar após analisar o quadro clínico do paciente.

O tratamento com esse medicamento deve persistir por no mínimo 48 a 72 horas, mas não deve ultrapassar a um período de 14 dias.

Efeitos adversos desse medicamento – os efeitos adversos mais comuns que esse medicamento pode apresentar são:

  • Diarreia,
  • Náuseas,
  • Vaginite (no caso das mulheres),
  • Dor abdominal,
  • Erupção da pele e coceira,
  • Insônia,
  • Tontura,
  • Flatulência

Contra-indicações – esse medicamento é contra-indicado nas seguintes condições:

  • Para crianças e adolescentes em fase de crescimento,
  • Para pessoas sensíveis ao medicamento,
  • Mulheres no período de gravidez ou amamentação, só podem fazer uso desse medicamento se acaso o médico achar por bem recomendar.

Além disso, recomenda-se a abstinência de bebidas alcoólicas durante o tratamento com esse medicamento.

Antibiótico Azitromicina

Azitromicina é outro antibiótico recomendado pelos médicos para tratar da Sinusite quando esta é provocada por bactérias. O  medicamento é eficaz para eliminar uma grande quantidade de bactérias por inibir a produção de proteínas necessárias para o crescimento e multiplicação das células.

Substância ativa nesse medicamento – cada comprimido contém 500 mg de Azitromicina.

Como usar esse medicamento – por se tratar de um antibiótico, todo tratamento deverá ser recomendado de forma específica por um médico especialista levando-se em consideração o quadro clínico do paciente.

Efeitos adversos desse medicamento – esse medicamento pode promover uma variedade de efeitos adversos, tais como:

  • Náuseas,
  • Vômitos,
  • Fezes amolecidas,
  • Desconforto abdominal,
  • Diarreia,
  • Alteração nas funções do fígado com riscos de Icterícia,
  • Alterações nos valores do exame de sangue como redução das células de defesa ou plaquetas,
  • Queda na pressão arterial,
  • Sonolência,
  • Perda de apetite,
  • Alterações nos batimentos cardíacos.

Atenção – esse medicamento não deve ser utilizado por mulheres no período de gestação ou amamentação.

Antibiótico Amoxicilina + Clavulanato de Potássio

A Amoxicilina é um potente antibiótico da família das Penicilinas capaz de destruir as bactérias sensíveis enquanto que o Ácido Clavulânico inibe a ação de uma substância denominada de Betalactamase produzida por algumas bactérias capaz de aumentar a resistência ao tratamento com antibióticos.

Substância ativa nesse medicamento – esse medicamento apresenta uma formulação diferenciada assim estabelecida:

  • Cada 5 ml do medicamento após a reconstituição contém 125 mg de Amoxicilina e mais 31,25 mg de Ácido Clavulânico.
  • Cada 5 ml do medicamento após a reconstituição contém 250 mg de Amoxicilina e mais 62,50 mg de Ácido Clavulânico.

Como usar o medicamento – para preparar o medicamento, siga atentamente as instruções encontradas em sua bula. Com respeito ao tratamento, esse deverá ser recomendado diretamente por um médico responsável que primeiramente irá fazer uma avaliação do quadro clínico do paciente.

Efeitos adversos desse medicamento – as reações adversas mais comuns que esse medicamento pode apresentar são:

  • Náuseas e vômitos em adultos,
  • Diarreia,
  • Candidíase mucocutânea causada por fungos,
  • Diarreia, náuseas e vômitos em crianças,
  • Vaginite (na mulher),
  • entre outros efeitos indesejáveis.

Contra-indicações – esse medicamento é contra-indicado nas seguintes situações:

  • Para pessoas sensíveis à fórmula do medicamento,
  • Para pessoas com complicações hepáticas,
  • Para pessoas com Icterícia,
  • Para pessoas que já apresentaram alguma reação alérgica a medicamentos antibióticos.

Nota – o tratamento com esse medicamento não deve ultrapassar a um período de 14 dias.

Tratamento com Nebulização

Para quem desejar fazer uso de um tratamento paralelo para tratar da Sinusite, a Nebulização também é muito eficaz seja para condição aguda ou crônica da doença.

Esse tratamento ajuda a umidificar as vias aéreas e a fluidificar as secreções, desobstruindo as vias respiratórias e favorecendo para a melhora na respiração.

O tratamento com a Nebulização deve ser feito 2 a 3 vezes ao dia, preferencialmente pela manhã e antes de ir dormir, com tempo de 15 a 20 minutos para cada tratamento.

Nesse caso, pode-se aproveitar o vapor da água do chuveiro ou então um preparado com chá de ervas como a buchinha do norte ou o eucalipto ou ainda com o soro fisiológico que também se mostra muito eficaz.

Não são conhecidas nenhum efeito adverso ou contra-indicações para o tratamento com a Nebulização. Por isso, pode ser feito para bebês, crianças e adultos, inclusive para mulheres grávidas.

Porém, é importante avisar o médico quando é utilizado algum tipo de erva medicinal no tratamento, pois nesse caso, pode existir algum risco de intoxicação pelo fato de combinar com outros medicamentos.

Quando é recomendada uma cirurgia

Uma cirurgia para tratar da sinusite só será recomendada pelo médico quando existe alguma obstrução provocada por alguma anormalidade na anatomia que não responde a medicamentos.

Nesse caso, existem algumas opções em cirurgias que o médico poderá recomendar.

  • Cirurgia Endoscópica Funcional dos Seios da Face – trata-se de um procedimento que leva entre 2 e 3 horas onde é corrigido a estrutura anatômica do nariz e dos seios paranasais favorecendo a passagem de ar e a eliminação das secreções para resolver o problema.
  • Cirurgia de Caldwell Luc – esse tipo de cirurgia é feita para a remoção de algum conteúdo que causa a obstrução dos seios paranasais enquanto se faz a drenagem nasal.
  • Sinuplastia – esse é o tipo de cirurgia mais recomendado quando se trata da Sinusite. Nesse caso, será realizada a dilatação do canal nasal.

Para esse procedimento, aplica-se altas pressões dentro do nariz provocando micro-fraturas ósseas e permitindo que a estrutura nasal se remodele de forma organizada para corrigir o problema.

Tratamentos complementares

Combinando com os medicamentos recomendados pelo médico, também podemos fazer uso de alguns medicamentos caseiros para complementar o tratamento. Porém, é importante que o médico responsável seja avisado sobre essa possibilidade.

Entre as opções em medicamentos caseiros para ajudar no tratamento da sinusite podemos recomendar;

  • Inalação com Eucalipto – nesse caso, providencie 500 ml de água, 1 colher (sopa) de sal e um punhado de folhas de eucalipto. Leve os ingredientes ao fogo e deixe ferver para depois, fazer uma inalação por pelo menos 20 minutos.

Esse tratamento pode ser feito 2 vezes ao dia, sempre combinado com os medicamentos recomendados pelo médico.

  • Suco natural para fortalecer o sistema de defesa do corpo – nesse caso, providencie os seguintes ingredientes: 200 ml de água pura, 2 laranjas com bagaço, 1 folha de couve, 1 cenoura pequena.

Bata todos os ingredientes no liquidificador e beba em seguida, sem a adicionar açúcar. Se precisar adoçar, use apenas o mel como adoçante, nada mais.

  • Compressas quentes  – para esse tratamento, aproveite o preparado para a inalação com eucalipto citado acima. Faça a compressa na região facial e sobre o nariz utilizando um pano com a água do eucalipto bem quente por pelo menos 20 minutos.

Além disso tudo, para ajudar a tratar da sinusite, é importante combinar uma alimentação correta, rica em nutrientes que juntos contribuirão para fortalecer as defesas do organismo com o repouso adequado.

Pense nisso…

Pouca gente sabe disso, mas muitos males que nos sobrevêm acontecem justamente pela falta de cuidados com a alimentação e com os melhores hábitos para uma vida saudável.

Para finalizar, devemos lembrar ainda de que alimentos refinados como é o caso dos alimentos industrializados, contribuem para as ocorrências de quadros alérgicos, provocando a rinite e certamente dificultando a cura da sinusite.


Leia também: