Alimentos pra comer durante a amamentação pra que tudo vá bem

 

Saber o que comer durante a amamentação é dever de toda a mãe que deseja a felicidade do filho. Sabemos que de nossa alimentação certamente vai depender a boa saúde, quanto mais então quando se trata de um bebê.

Uma alimentação pobre em nutrientes, não é adequada para ninguém.  Infelizmente, em nossos dias, poucas pessoas se dão conta disso, preferindo satisfazer o apetite e não as necessidades do organismo.

Então, já que o assunto tem a ver com os alimentos para comer durante a amamentação vamos logo tratar disso. Antes ainda queremos adiantar de que uma alimentação errada por parte da mãe, vai deixar ela e o bebê desnutridos.

Como resultado disso, a criança é quem vai sair perdendo, pois o seu próprio desenvolvimento ficará comprometido. Por isso, sem sombra de dúvidas, as melhores opções ficam por conta das frutas, verduras e cereais integrais.

Perigo na mesa de refeições …

Os produtos industrializados, pobres em nutrientes e com muitas substâncias nocivas à saúde, devem ser deixados de lado. Na verdade, esse conselho é válido para todos nós, independente de quem seja.

É claro que ainda assim, mesmo entre os alimentos saudáveis, existem aqueles que devem ser evitados pela mãe. Acontece que  o alimento ingerido pela mãe, transforma-se em alimento para a criança que é amamentada no peito.

Como resultado então de alguns alimentos, a criança pode sentir cólicas. Claro que isso não quer dizer que o alimento faça mal, apenas a criança ainda não está acostumada.

Para termos uma noção desses alimentos impróprios para a mãe, no período de amamentação podemos citar: Feijão, couve-flor, repolho, batata-doce e brócolis.

Esses alimentos são muito nutritivos, porém, para a mãe que está amamentando não é apropriado, pois provocarão os gases na criança.

É claro que ainda existem outros alimentos impróprios, mas vamos relatar mais abaixo.

Comer Frutas todos dias

 

Para garantir a saúde da criança, melhor é ingerir no mínimo 3 frutas ao dia, sempre uma diferente da outra. Como exemplo podemos citar a maçã, a pera e a laranja com bagaço.

Além disso, deve-se investir em legumes verduras para o almoço e jantar. Sempre que possível, dispensar a carne, pois ela, na verdade, não é necessária na alimentação.

Castanhas diversas

As castanhas diversas e também as sementes são ricas em proteínas para substituir a carne, nesse caso, com saúde. Portanto, aposte em castanhas como:

  • Castanha de caju,
  • Castanha-do-Pará,
  • Nozes,
  • Amendoim,
  • Amêndoas,
  • Sementes de girassol,
  • Sementes de abóbora,
  • entre outras.

É bem verdade que por força da mídia, o ser humano quer mesmo é se alimentar com a carne. Entretanto, o que muita gente não sabe é que a carne, é apenas uma alimentação vegetal de segunda mão.

Para por os pontos nos “is”, precisamos dizer que o sistema digestório humano não foi feito para digerir alimentos cárneos.

Então, se uma mãe que está amamentando, optar por uma alimentação de origem vegetal, estará provendo vida ao seu filho. Entretanto, é necessário saber combinar os alimentos de acordo com a tabela nutricional de cada um.

 

o que comer durante a amamentacao

Beber Muita Água

 

Para garantir a produção de leite para o bebê também é necessário ingerir muita água durante o dia. Com toda a certeza, no mínimo 2,5 litros de água pura, sempre no intervalo das refeições.

Entretanto, não se deve contar a água presente nos sucos naturais e na sopa.

Também precisamos  alertar de que a bebida de álcool é prejudicial a saúde em qualquer período da vida, e muito mais quando se amamenta, pois parte do álcool dessa bebida vai fazer parte na composição do leite da criança.

Calorias boas

 

Por perder muita energia no período de amamentação a mulher que está amamentando precisa consumir pelo menos 2500 calorias por dia. Como resultado disso, terá o direito a uma vida mais saudável.

Além disso, também a criança vai se desenvolver com saúde, e as preocupações nessa fase da vida serão amenizadas.

E para aquelas mães com medo de engordar durante esse período, essa é uma preocupação que não precisa existir. Mas para que isso seja verdade, a alimentação balanceada precisa ser uma realidade.

Na verdade, comer saudável é o grande segredo para não precisar se preocupar com o ganho de peso.

Então, tenha em mente esse conselho: comer, somente quando você estiver com fome. É claro que, dependendo da refeição anterior, a fome poderá se manifestar mais cedo.

Entretanto, é preciso ser consciente e adequar a alimentação para cada dia. Não esqueça que, não basta suprir o organismo de nutrientes, estes precisam ser repostos em níveis adequados.

O que você não deve comer! Do contrário causará cólicas no bebê

Já adiantamos que existem alguns alimentos que, mesmo saudáveis para a alimentação humana, pode ser prejudicial no período de amamentação. Entre esses alimentos podemos mencionar:

  • Leite
  • Chocolate,
  • Grãos como feijão, lentilha, soja e ervilhas,
  • Brócolis, couve-flor e repolho,
  • Carnes, em especial as carnes vermelhas,
  • Bebidas estimulantes como o café, chá preto e chá verde,
  • Bebidas alcoólicas,
  • Tabaco,
  • Refrigerantes diversos,
  • entre outros.

 

causam colicas no bebe

Pensar que uma mãe que amamenta precisa se alimentar “por dois” é errado. Em toda e qualquer alimentação, não é a quantidade de alimentos que faz a diferença e sim a qualidade.

Por isso, sem a necessidade de comer demais, escolha alimentos que contenham os nutrientes necessários para o corpo. Então, cuide em prover o organismo com ferro, cálcio, iodo, potássio, magnésio e outros minerais.

Além disso, o organismo precisa ser abastecido de proteínas, gordura saudável, , além das vitaminas diversas. Isso tudo é possível conseguir ingerindo os alimentos de origem vegetal apenas.

Outro erro que se divulga por ai é de que a mãe que está amamentando precisa ingerir muito leite de vaca. Esse alimento, também não precisa fazer parte do cardápio do ser humano.

Na verdade esse é um dos alimentos que vai causar a alergia e as flatulências na criança. Como resultado disso, o bebê vai sofrer com muito desconforto, sem contar que ficará mais irritado e por vezes perder o sono.

Prefira optar por leite de soja, de gergelim, alpiste ou leite de aveia. Estas opções sim, ajudarão a nutrir a mãe e consequentemente o bebê.

Alimentação mais natural possível

 

Por isso, em qualquer situação no período de amamentação, uma alimentação mais natural é sempre a mais recomendada. Entretanto, é importante buscar ajuda de um nutricionista para o momento de fazer as melhores escolhas entre esses alimentos.

Vejamos algo mais sobre a melhor alimentação para a mãe no período de amamentação:

Frutas

Na verdade, este é considerado o alimento primordial na vida das mulheres que estão amamentando. Independente de qual fruta ingerir, todas elas são ricas em nutrientes e também fornecem energia.

Arroz e feijão

Essa combinação, é importante na alimentação, mas é preciso cuidado para que o feijão seja ingerido com moderação. Em algumas situações, esse grão pode provocar cólicas na criança.

Juntamente com o feijão e arroz, é importante combinar as verduras e legumes para que a alimentação seja adequada. Com esses alimentos, a mãe vai prover maior qualidade para o leite da criança.

Outros alimentos saudáveis

Cenoura

Rica em vitaminas A, a cenoura também se encontra entre os alimentos para comer durante a amamentação. O seu consumo vai favorecer diretamente na saúde dos olhos e da pele. Esse benefício certamente vale para a mãe e para o bebê.

Nesse caso, prefira ingerir a cenoura in-natura ou cozida no bafo. Além disso, os sucos de cenoura com limão ou laranja também são bastante recomendáveis.

Folhas verdes

As folhas verdes são ricas em vitamina A, C e K entre outros nutrientes necessários para a saúde do sangue. Portanto, providencie couve, alface, espinafre entre outras verduras e adicione ao cardápio de cada dia.

Leite

Os laticínios são uma importante fonte de cálcio e proteína. Porém, é muito comum as crianças apresentarem algum tipo de reação alérgica quando a mãe ingere esse alimento.

Por isso, prefira o leite de cereais como alpiste, aveia e gergelim, pois são mais saudáveis e seguros.

Feno-Grego

Essas sementes ajudam a aumentar o fluxo do leite materno e ainda têm efeito diurético, diminuindo o inchaço. Aconselha-se usar 2 a 5 g do pó da semente por dia, podendo ser misturado a sopas, iogurtes e saladas.

Ainda mais alguns tipos de alimento saudáveis para a lactante

Chá de Endro ou Erva-doce

Esses chás tem efeito estimulante para a produção do leite materno. Além disso, contribui para melhorar a digestão e diminuir a flatulência.

Levedo de Cerveja

Uma rica fonte de vitaminas do complexo B, o levedo de cerveja apresenta efeito reconstituinte e depurativo. Esse produto é encontrado no mercado na forma de comprimidos, flocos ou na forma integral líquida.

Para quem desejar fazer uso desse produto, bastam 10 a 30 gramas por dia.

Castanhas e nozes

Esses alimentos são ricos em Selênio, um antioxidante por demais importante tanto para a mãe como para o bebê. O consumo desse alimento contribui para que haja a produção e normalização de hormônios da tireoide e, além disso, combate o excesso de radicais livres.

 

 

 

Leia também: