Remédio para parar de Beber, o fim do Vício

Que a bebida alcoólica não faz bem para ninguém, disso, todo mundo já sabe. Porém, tem pessoas viciadas que não aceitam de forma alguma que o alcoolismo é prejudicial, enquanto que outros, querem deixar de beber, mas não conseguem. Por isso, vamos tecer alguns comentários sobre esse vício e aproveitar para indicar algumas opções em remédio para parar de beber para aqueles que desejarem vencer o vício e ser mais feliz.

Sintomas de um alcoólatra

Tem pessoas que bebem, mas não são capazes de admitir que são alcoólatras, por isso, temos aqui, pelo menos 3 situações que comprovam o vício do alcoolismo em um indivíduo, veja a seguir:


  • Fissura – o indivíduo que é alcoólatra tem compulsão pela bebida, não consegue viver sem ela, um dia sequer,
  • Perda de controle – o indivíduo sente-se incapaz de controlar a ingestão de bebida alcoólica. Pode deixar de se alimentar, mas de beber não,
  • Dependência física – depois de um período de consumo excessivo, ocorrem os sintomas de abstinência, tais como: náuseas, suor excessivo, tremedeira e ansiedade.
  • Tolerância –  o alcoólatra não se contenta com pouco. Para sentir-se feliz de fato, é preciso consumir grandes quantidades de álcool o que o torna ainda mais dependente.
Alcoolismo, uma das principais causas para as famílias destruídas

Efeitos nocivos do álcool

Se cada ser humano soubesse sobre os efeitos nocivos que o álcool pode oferecer para a saúde, certamente ficaria mais fácil encontrar candidatos a se tornarem abstêmios. Por isso, vamos a relação de alguns dos efeitos maléficos que esse vício pode causar:

  • Cirrose,
  • Azia,
  • Câncer na laringe,
  • Depressão,
  • Câncer de mama,
  • Câncer de fígado,
  • Problemas de memória,
  • Gastrite,
  • Hipertensão,
  • Perda dos reflexos,
  • Vômitos,
  • Úlcera estomacal, duodenal, intestinal,
  • Câncer no esôfago,
  • Dificuldades para respirar,
  • entre outros males.

Como se não bastasse esses e outros males que o álcool pode causar ao ser humano, ainda existe o problema familiar, pois com certeza, o alcoolismo é uma das maiores causas de lares desfeitos e famílias destruídas. 

Primeiros passos para deixar o vício

Algumas dicas são muito importantes para quem está querendo deixar de beber. Vamos a elas:


  • Mantenha-se afastado – um vício para ser deixado, melhor é deixá-lo de uma vez. Lembre-se de que a ideia de “beber socialmente” não funciona para quem deseja parar de beber,
  • Seja no local de trabalho ou em casa, não conserve a bebida alcoólica a disposição. No seu lugar, mantenha muita água pura pronta para beber,
  • Avise os amigos e parentes de que o seu desejo é parar de beber. O verdadeiro amigo vai apoiar essa ideia,
  • Se for necessário, avalie melhor o tipo de amizade que você costuma cultivar. Busque por amigos que não bebam, pois é melhor sacrificar uma amizade duvidosa do que sacrificar a própria saúde.
  • Evite o barzinho da esquina, mas também tome cuidado com aqueles localizados longe de casa ou do trabalho onde ninguém te conhece,
  • Evite participar de festas onde é servido bebida alcoólica. Lembre-se que não importa a graduação alcoólica, se tem álcool, é prejudicial,
  • Em casa, as saladas devem ser temperadas com limão, nunca com vinagre. Quem usa vinagre na salada pode ser considerado um alcoólatra.
  • Vencer o vício do álcool é mais fácil do que vencer o vício do Tabaco, por exemplo. Mas se mesmo assim, está difícil, seja humilde e busque ajuda, a sociedade dos Alcoólicos Anônimos existe para ajudar aqueles que não tem mais esperança de vencer o vício.
  • Para ajudar a vencer o grande desafio de vencer o vício do alcoolismo, lembre-se que existe um Deus Todo Poderoso que está ainda mais interessado na sua saúde do que você próprio. Apegue-se a Ele e com certeza você será um vencedor.

Vamos agora a uma relação de alguns dos medicamentos recomendados para ajudar a vencer o vício, mas antes disso ainda devemos lembrar que apesar da eficácia dos medicamentos, pode ser necessário também um suporte psicológico e muita ajuda social para que o vício seja de fato, vencido.

Remédio Naltrexona

Naltrexona é uma das opções em remédio para parar de beber que os médicos podem recomendar.Trata-se de um medicamento com ação inibidora do desejo pela bebida de álcool fazendo com que o viciado não sintam tanto os poucos dos efeitos agradáveis passageiros do álcool.

Uma embalagem bem discreta com um conteúdo precioso

Além de ajudar a combater o alcoolismo, Naltrexona também é eficaz para ajudar a vencer outros vícios nocivos.

Substância ativa nesse medicamento – cada comprimido contém 50 mg de Cloridrato de Naltrexona.

Como usar esse medicamento – em geral, a recomendação médica é de 1 comprimido ao dia durante pelo menos 90 dias consecutivos.

Efeitos adversos desse medicamento – os efeitos adversos que o Naltrexona pode apresentar são:

  • Náuseas,
  • Tonturas,
  • Cefaleia,
  • Sensação de fadiga,
  • Ansiedade,
  • Insônia,
  • Sonolência,
  • Depressão,
  • Pensamentos de suicídio,
  • Tentativas de suicídio,
  • Diarreia,
  • Congestão nasal,
  • Palpitações ou Taquicardia,
  • Aumento na pressão sanguínea,
  • Sede excessiva,
  • entre outros efeitos adversos.

Contra-indicações – Cloridrato de Naltrexona é contra-indicado nas seguintes situações:

  • Para pacientes que estão em tratamento com analgésicos opioides,
  • Para pacientes que são dependentes de opioides,
  • Para pacientes com Síndrome de Abstinência Aguda de Opioides,
  • Para mulheres grávidas, sem a devida recomendação médica,
  • entre outras situações.

Valor desse medicamento – a embalagem com 30 comprimidos de Naltrexona 50 mg tem um valor aproximado de R$ 350,00 reais.

Remédio Topiramato

Topiramato é um medicamento recomendado para tratamentos contra a Epilepsia. Porém, já existem estudos que comprovam sua eficácia como remédio para ajudar a vencer o vício da bebida alcoólica uma vez que ele é poderoso como desintoxicante para eliminar os efeitos negativos da enxaqueca e também para anular o desejo de beber.

Mais um medicamento que poderá salvar vidas

Substância ativa nesse medicamento – cada comprimido revestido contém 25 mg, 50 mg ou 100 mg de Topiramato.

Como usar esse medicamento – por conta dos muitos efeitos adversos que esse medicamento pode apresentar, o tratamento com a dosagem correta ao dia só pode ser indicada pelo médico depois de avaliar com cuidado o paciente.

Em geral, a recomendação médica é de 1 comprimido de 25 mg de Topiramato, ingerido 2 vezes ao dia. A dosagem ainda poderá ser aumentada gradualmente de acordo com a necessidade  recomendação médica.

Efeitos adversos desse medicamento – os efeitos adversos mais comuns desse medicamento são:

  • Sonolência,
  • Sensação de fadiga,
  • Irritabilidade,
  • Falta de sensibilidade,
  • Visão dupla,
  • Perda de peso,
  • Falta ou diminuição do apetite,
  • Problemas de memória,
  • Diarreia,
  • entre outros efeitos indesejáveis.

Contra-indicações – esse medicamento é contra-indicado nas seguintes situações:

  • Para mulheres grávidas,
  • Para pessoas sensíveis à fórmula do medicamento.

Valor desse medicamento – a embalagem com 60 comprimidos de Topiramato 25 mg tem um valor aproximado de R$ 87,00 reais.

Remédio Acamprosato

Acamprosato é mais um remédio para parar de beber e livrar-se de vez do vício do alcoolismo, pois o medicamento age diretamente sobre o sistema nervoso central inibindo a vontade de ingerir álcool.

Porém, apesar de sua eficácia no tratamento, é imprescindível que o indivíduo que está querendo deixar de beber, também tenha um acompanhamento psicológico.

Outra opção em medicamento para quem quer deixar de beber

Substância ativa nesse medicamento – cada comprimido contém 333 mg de  Acamprosato.

Como usar esse medicamento – em geral, a recomendação médica é de 2 comprimidos de Acamprosato, um ingerido pela manhã e o outro à tarde.

Para pacientes com mais de 60 kg, o médico poderá recomendar 2 comprimidos pela manhã, 2 comprimidos à tarde e mais 2 comprimidos no período da noite.

Durante o tratamento, o paciente não deve fazer uso de bebida alcoólica, pois nesse caso, o medicamento perde em muito o seu efeito.

Efeitos adversos desse medicamento –  entre os efeitos adversos mais comuns que esse medicamento pode apresentar estão:

  • Diarreia,
  • Prurido,
  • Ansiedade,
  • Depressão,
  • Tontura,
  • Insônia,
  • Parestesia,
  • Ganho de peso,
  • Alteração na libido,
  • Náuseas,
  • Sensação de fraqueza,
  • Anorexia.

Contra-indicações – esse medicamento é contra-indicado nas seguintes situações:

  • Para mulheres no período de gestação,
  • Para mulheres no período de amamentação,
  • Para crianças,
  • Para pessoas idosas,
  • Para pessoas com comprometimentos mais graves do fígado ou rins.

Valor desse medicamento – a embalagem com 84 comprimidos de Acamprosato tem um valor aproximado de R$ 95,00 reais.

Remédio Dissulfiram – Antietanol

Outro medicamento recomendado para quem deseja deixar de beber, Dissulfiram que traz o nome comercial de Antietanol é um medicamento que apresenta alguns efeitos colaterais quando ingerido com o álcool, o que contribui para que o alcoólatra deixe de beber.

O indivíduo alcoólatra por conhecer os efeitos adversos provocados com a combinação do álcool com o medicamento, conscientemente deverá ingerir o medicamento que irá provocar aversão ao álcool.

Sintomas como: vermelhidão, náuseas, vômitos, rubor, taquicardia e queda na pressão acontecem para conscientizar o alcoólatra de que não deve mais beber.

Substância ativa nesse medicamento – cada comprimido contém 250 mg de Dissulfiram.

Como usar esse medicamento – o tratamento com esse medicamento deve começar com um jejum de no mínimo 12 horas da bebida alcoólica. Em geral, a recomendação médica é de 2 comprimidos de Dissulfiram ingerido em dose única diária por um período de no máximo 15 dias.

Depois desse período o médico poderá determinar um tratamento de manutenção usando-se a dose de 1 comprimido de 250 mg de Dissulfiram ao dia. Durante o tratamento, é importante o acompanhamento médico para uma maior garantia de sucesso.

Efeitos adversos mais comuns desse medicamento:

  • Polineurite,
  • Neurite óptica,
  • Neurite periférica,
  • entre outros efeitos indesejáveis.
  • Contra-indicações – esse medicamento é contra-indicado nas seguintes situações:
  • Para pessoas que ingeriram álcool independente de quantidade num prazo menor do que 12 horas,
  • Para pacientes com doença miocárdica grave,
  • Para pacientes com Oclusão coronária,
  • Para pessoas sensíveis à fórmula do medicamento.

Valor desse medicamento – a embalagem com 20 comprimidos de Antietanol Dissulfiram 250 mg tem um valor aproximado de R$ 15,00 reais.

Remédio Baclofen – Baclofeno

Utilizado há mais de 40 anos para combater a doença de Parkinson e outras doenças neurológicas, estudos comprovam que o Baclofeno é um medicamento muito eficaz também para ajudar na luta contra o alcoolismo.

O que acontece é que esse medicamento tem efeitos benéficos na redução da compulsão por álcool, pois ele interfere com os substratos neuronais que medeiam as propriedades reforçadoras do etanol.

Substância ativa nesse medicamento – cada comprimido contém 10 mg de Baclofeno.

Como usar esse medicamento – o uso desse medicamento deve ser recomendado diretamente por um médico responsável que antes deverá avaliar as necessidades do paciente alcoólatra. Todo tratamento deve começar com dosagens baixas que deverão ser aumentadas de acordo com o quadro clínico do paciente e suas necessidades.

Esses cuidados são necessários para que se possa controlar os efeitos adversos que o medicamento pode apresentar.

Efeitos adversos mais comuns desse medicamento que costumam acontecer no início do tratamento:

  • Dor de cabeça,
  • Secura na boca,
  • Tonturas,
  • Sonolência,
  • Confusão mental,
  • Insônia,
  • Náuseas,
  • Vômitos,
  • Distúrbios gastrintestinais.

Contra-indicações – esse medicamento não deve ser utilizado nas seguintes situações:

  • Por mulheres grávidas, salvo indicação médica,
  • Por mulheres no período de amamentação, salvo indicação médica.

Valor desse medicamento – a embalagem com 20 comprimidos de Baclofeno 10 mg tem um valor aproximado de R$ 19,00 reais.

Evite amigos que bebem

Vencer um vício é sempre um grande desafio, especialmente quando o viciado não encontra apoio nas pessoas em quem deveria confiar. Por isso, também para vencer o vício do alcoolismo, o viciado precisa encontrar todo o apoio, mas quando esse apoio não existe, o jeito é evitar os amigos bebuns.

Infelizmente, muitos amigos só existem quando é para farrear, mas o verdadeiro amigo, com certeza vai dar todo o apoio possível para que o vício seja vencido.

Além disso, pessoas mais chegadas ao paciente que deseja deixar de beber, precisam dar todo o apoio necessário e nunca fazer críticas destrutivas ao viciado. Essa é uma fase da vida que toda a ajuda será bem vinda para estimular o alcoólatra a deixar do vício.

Sobre os Alcoólicos Anônimos

A Associação dos Alcoólicos Anônimos existe já faz muitos anos, presente praticamente em todos os municípios no Brasil e em vários outros países. Trata-se de uma irmandade que trabalha unida com o propósito de ajudar pessoas viciadas no alcoolismo a abandonarem o vício.

Para fazer parte da associação, basta que o indivíduo tenha o desejo de parar de beber. Em cada encontro compartilham-se experiências e cada membro mais necessitado é estimulado pelos membros que já deixaram ou estão deixando o vício.

Os A.A como são conhecidos, é uma associação que não tem nenhuma relação com religião ou política e todos trabalham em comum acordo em prol do bem estar do próximo que precisa de ajuda para vencer o álcool.

Sabe-se que nenhum viciado, seja no álcool, tabaco ou outras drogas, não vai vencer o vício sozinho e é para isso que os A.A existem, chegando a serem encontrados em vários grupos nas cidades mais populosas.

Em geral, nos encontros, além dos alcoólatras propriamente ditos, também podem fazer parte as famílias que juntos, através de palestras, experiencias e uma boa conversação, buscam de alguma maneira ajudar o viciado a se libertar do vício.

Segundo se sabe, a Associação se podemos chamar assim, existe em mais de 180 países e já contam com mais de 2 milhões de membros que trabalham unidos com o interesse maior de ajudar os interessados a deixar o vício da bebida alcoólica.

O maior propósito da “Irmandade” dos A.A é manterem-se sóbrios e enquanto isso, ajudar outros membros mais novos a também alcançarem a sobriedade para viverem com maior dignidade e mais felizes.

Se você é mais uma das muitas pessoas que precisam vencer o vício do álcool, não espere para depois e tome uma decisão agora mesmo de mudar. Lembre-se que a cada trago ingerido, é uma possibilidade a mais de se contrair um mal sem volta que certamente poderá te levar à morte.

Não perca tempo e busque logo pela ajuda médica ou vá diretamente ao A.A, mas se preocupe com sua saúde enquanto ainda é possível.


Leia também: