Carboxiterapia para Celulite, Antes e depois, como é

Você provavelmente já deve ter ouvido falar deste procedimento estético conhecido como Carboxiterapia.  Ele também é muito usado na eliminação da Celulite.  Este que tem por objetivo acabar com essas depressões na pele que causam muito constrangimento para as mulheres, e do qual poucas escapam.

Este é um tratamento que promete melhorar a oxigenação da pele e melhorar a circulação sanguínea no local. Estimulando a produção de novos vasos e combate além da celulite, também a flacidez e a gordura localizada. E os resultados podem ser evidentes já nos primeiros dias após a primeira sessão. O que é bastante positivo.

Agora a tão temida celulite pode ter seus dias contados para quem lança mão de tratamentos eficientes, que realmente combatem o problema. E vale a pena saber mais sobre este assunto que é cada vez mais procurado pelo público feminino.

O que é

 

Este é um tratamento a partir de um aparelho especial que é acoplado a um cilindro de gás carbônico medicinal, sendo que o gás que sai para a seringa com agulha deve ser controlado para não ultrapassar 80ml por minuto.

A profundidade da agulha vai variar dependendo do caso e da região. No caso das celulites que é sobre o que estamos tratando, este gás deve ser aplicado entre a pele e a gordura.

Este é um tratamento que precisa de uma avaliação minuciosa antes de ser feito, e somente profissionais autorizados podem fazer a aplicação deste produto. Sejam eles fisioterapeutas, médicos e biomédicos, cirurgião plástico ou dermatologista. E deve ser um procedimento com planejamento antecipado do resultado esperado.

Como são as Sessões

 

As sessões variam de acordo com cada paciente, e os resultados são progressivos, sendo mais evidentes entre 5 e 10 sessões, e geralmente para a celulite, as sessões são feitas em dias alternados, mas depende de caso para caso.

Dependendo da região onde está sendo feito o procedimento, cada sessão poderá levar de 20 a 30 minutos. E a quantidade de sessões será específica para cada caso, sendo determinadas puramente pelo médico.

E é possível tratar mais de uma região ao mesmo tempo, além de que não existe acúmulo do produto na pele.

Além do mais é uma técnica que pode ser usada juntamente com outras técnicas para otimizar ainda mais os resultados, sem nenhum problema.

 

Qual é o benefício da carboxiterapia

 

A principal ação deste gás carbônico é sua atuação na dilatação dos vasos sanguíneos. Dessa forma, certamente acontece uma melhor irrigação dos tecidos, e certamente, uma melhor oxigenação da região.

Mas, os benefícios ainda são maiores, pois o gás carbônico atua na ruptura de fibroses do tecido  subcutâneo. E existem estudos que concordam de que este também favorece a produção de colágeno e elastina. Além de atuar na quebra das células de gorduras.

Este procedimento é indicado para tratamento estético facial e corporal, sendo potente aliada no combate a gordura localizada, rugas, flacidez, estrias, olheiras e até celulite.

 

Como é a atuação da Carboxiterapia na celulite

 

O que acontece, é que o gás carbônico age fazendo com que aconteça uma distensão do tecido da celulite. Por haver o descolamento da região, essa acaba sendo preenchida pelo gás carbônico, consequentemente, estimulando a produção de colágeno.

Certamente que este tratamento se mostra muitíssimas vezes mais eficiente, quando as estrias são novas, aquelas que ainda são avermelhadas. No caso das esbranquiçadas, os resultados positivos não serão evidentes.

 

O resultado é definitivo?

 

Não. Apesar de o sonho de toda a mulher seja o de achar a solução para este problema que tanto aflige. Embora a Carboxiterapia possa te ajudar muito na solução deste problema, a solução não será definitiva.

Ela atenua profundamente o problema, mas nunca deixará 100% resolvido. É bem provável que terá que repetir esse procedimento de vez em quando, além de também adotar um dieta completamente saudável. Além disso ainda, adotar os exercícios físicos e a ingestão de muita água para desintoxicar o organismo.

 

 

 

Quem pode fazer  esse procedimento

 

A carboxiterapia é especialmente indicada para os casos de celulite. E por incrível que pareça, essa técnica é a única que atua poderosamente nos 3 diferentes estágios da celulite que são:

  • Edema – que pode ser resolvido devido a dilatação dos vasos e otimização da circulação sanguínea;
  • Gordura – mais facilmente queimada devido ao aumento do metabolismo no local;
  • Fibrose – que pode ser rompida pela injeção de gás;

Comparando com outros tratamentos estéticos, este é considerado o mais completo deles.

 

Antes e Depois

 

Ao comparar fotos de pacientes do antes e depois, é impressionante os resultados, pois a pele se torna mais lisa e uniforme, melhorando até mesmo sua cor. Mas é claro que tudo depende do grau em que a celulite se encontra.

Para graus mais avançados, os resultados são mais sutis, e é importante lembrar que nenhum tratamento tem o poder de eliminar completamente as celulites, mas sim de amenizá-las.

Outro fator importante é sobre a dieta alimentar da pessoa, pois quem cuida em usar uma alimentação saudável e regrada, e se mantém no seu peso ideal, e se exercitam diariamente, tem maiores chances de os resultados permanecerem por mais tempo. Vamos conferir aqui alguns antes e depois:

De uma casca de laranja a pele se torna lisa e com mais brilho
Os resultados são sempre amenizadores e não de extinção completa do problema

As celulites são altamente temidas, especialmente pelas mulheres que são as mais afetadas, justamente por contas dos hormônios femininos, e além de uma alimentação saudável, muito exercício físico, água em abundância, muitas ainda precisam de uma ajudinha extra, e no caso pode ser a carboxiterapia.

Em casos menos severos os resultados são melhores
O tratamento pode ser feito na região do bumbum e das pernas

 

Afinal, dói as aplicações?

 

Não dá para dizer que não, pois este é um procedimento doloroso mesmo. Isso devido a injeção, do gás com a agulha e a distensão dos tecidos. Mas a dor é maior quando o gás é aplicado em temperatura baixa.  Porém, felizmente existem formas de aquecer este gás, diminuindo assim a dor.

Como funciona o procedimento?

 

Apesar de ser um procedimento invasivo, não requer nenhum preparo prévio como outros procedimentos cirúrgicos.

Ao submeter-se ao procedimento, a paciente perceberá que ao ser injetado o Gás Carbônico, causará um pequeno formigamento na região. Dificilmente o desconforto será mais do que isso.

É importante saber que os resultados, obviamente, serão mais ou menos visíveis, de acordo com a quantidade de Gás que será inserido no local. E a quantidade do gás que será inserido, deverá ser determinado pelo médico.

Quem são os profissionais que podem fazer a Carboxiterapia

 

Este é um procedimento considerado invasivo, pelo fato de perfurar a pele através de agulhas. Portanto, seguramente só deve ser realizado por médicos especializados como esteticistas, dermatologistas ou cirurgiões plásticos.

Existem riscos?

Podem acontecer de surgirem pequenos hematomas no local devido a agulha, mas nada para preocupar, pois em poucos dias, certamente desaparecerá. É importante saber que o uso de protetor solar até que o hematoma desapareça é de essencial importância. Uma vez que evitará a mancha na pele.

Podem ainda acontecer casos de embolia gasosa. Mas somente em casos em que o procedimento não é feito da maneira adequada.  Quando acontece de atingir algum vaso sanguíneo.

Esta também não deve ser feita por mulheres grávidas. Nem em casos de alergia ativa na pele, nem de herpes ativa, doenças cardíacas ou pulmonares. E nem em casos de obesidade, pois não são aconselháveis.  E mesmo assim devem ser com orientação de um bom profissional.

Também não deve ser feita por pessoas com insuficiência renal ou ou respiratória. Ou ainda em casos de insuficiência hepática, hipertensão arterial sem controle, anemia, trombose arterial. e não deve ser usada também por quem faz uso de medicamentos com a substância anidrase  carbônica, entre outras.

Mas normalmente o procedimento é atóxico e não é embólico.

Porém, não deve-se tomar sol após o procedimento.

Qual o preço? Onde Fazer?

 

O preço deste procedimento estético também pode variar muito dependendo do profissional, da clínica onde é feito. Mas enfim, pode custar em torno de 100  a 600 reais cada sessão, sabendo que pode ser mais ou menos, dependendo da cidade ou região.

Bom, então falamos hoje sobre um assunto que interessa muito as mulheres de maneira geral, pois numa fase em que correr atrás de uma aparência quase perfeita é quase uma obrigação, ninguém quer ficar para trás, não é verdade?

Então, existem muitos procedimentos estéticos que são oferecidos hoje no mercado, mas hoje falamos especificamente da Carboxiterapia especificamente para Celulite porém também serve para tratamento de estrias.

Esse é um tratamento que exige várias sessões é tem um tempo de permanência, sendo que deverá ser reaplicado caso queira continuar com os resultados positivos.

 

Benefícios da Carboxiterapia contra a balança

 

É inegável a confirmação de que esta técnica de procedimento estético, além de todos os benefícios aqui citados, ainda traz muitos outros. Dentre eles, favorece o emagrecimento.

Isso acontece, certamente porque quando o gás é injetado e entra em contato com a hipoderme, faz com que as células de gorduras sejam quebradas.

Esse contato com os tecidos subcutâneos é que faz com que as moléculas de gorduras sejam quebradas. isso se dá através de uma hiperextensão do tecido subcutâneo, liberando hormônios como serotonina, branquinina, histamina e catecolamina, que são estimuladores dos receptores beta adrenérgicos.

 

Como isso acontece?

 

O emagrecimento se dá justamente pela redução da massa adiposa. E normalmente essa técnica é mais adotada por pessoas que estão com o peso em dia, mas ainda assim apresentam algumas gordurinhas localizadas. Gordurinhas essas que não se resolvem nem com dietas, nem com exercícios físicos.

Por outro lado, é certo que o efeito positivo desta técnica, quando aliada as atividades físicas intensas e uma dieta balanceada.

Mas certamente quando seguidos os princípios indicados pelo médico, poder-se-á perder muitos centímetros na cintura e também em outras regiões do corpo.

 

Existe riscos de toxidade com o gás carbônico na pele?

 

Não existe nenhum risco de toxicidade uma vez que este é um composto que também é produzido pelo nosso organismo. Consequentemente ele será metabolizado normalmente pelo organismo.

 

Pode voltar a engordar ?

 

É fato que após realizar esse procedimento, se a mulher não se cuidar com a dieta equlibrada e as atividades físicas, após a Carboxia adequadas, certamente o acúmulo de gorduras poderá acontecer novamente.

Então, é importante aliar todos os cuidados possíveis com a técnica da Carboxiterapia. Isso, caso queira manter a forma e os benefícios deste procedimento para sempre.

 

Qual é o espaçamento adequado entre as sessões?

 

Essa questão das sessões deve ser uma definição do médico para cada paciente em específico. Mas, se pensarmos no geral, diz-se precisar de mais ou menos de 10 a 20 sessões, de 1 a 2 vezes na semana. Em alguns casos a cada 15 dias já será o suficiente.

 

Certamente, hoje existe um conceito de beleza que faz com que as pessoas recorram a inúmeros procedimentos estéticos para ficar melhor.

 

E certamente, a Carboxiterapia  ainda é um procediment0o estético que divide opiniões. Pois enquanto alguns acham que não vale a pena, uma vez que é invasivo e ainda pode perder seu efeito, outros pensam diferente. E para estes últimos, a ideia é bastante válida. Só depende de atentar aos cuidados prescritos pelo médico.

 

 

Leia também: