Como é o MAL súbito o que fazer durante e depois

Apesar de De a incidência ser maior em pessoas idosas ou que sofram com algum problema de saúde, o chamado MAL súbito pode acontecer com qualquer pessoa.

Esse é um mal que tem atingido muitas pessoas no Brasil, e é um motivo de preocupação quando se trata de fazer ou não atividades físicas, e se estas tem a ver com este mau ou não.

São vários os fatores que podem favorecer este problema, mas os cardiovasculares são os mais comuns, e na vida temos muitas surpresinhas as quais nunca imaginamos, e o pior é que elas não escolhem idade.

Definição deste mal

 

Pode ser definido como mal súbito qualquer situação em que repentinamente a pessoa perde a estabilidade hemodinâmica e/ou neurológica. Ou seja, é qualquer sintoma clínico onde a pessoa tenha perca da consciência ou de suas funções.

E até existem alguns quadros clínicos que podem ser considerados como mal como vertigem, convulsão, hipoglicemia, síncope, desmaio,  entre outros.

Mal súbito é uma doença?

Não. Não é uma doença. Mas sim é um sintoma de diversos problemas. Sabendo disso, podemos entender que muitas vezes isso não passa de uma perda repentina da consciência ou um desmaio devido a uma desidratação, ou até mesmo uma queda de pressão.  Isso poderá acontecer pela falta de fluxo sanguíneo no cérebro.

mal subito - Como é o MAL súbito o que fazer durante e depois

No Brasil, especialmente entre os praticantes de atividades físicas, de acordo com  a Sociedade Brasileira de Cardiologia, 1 em cada 200 pessoas e acometida deste mal por ano.

O problema é que este mal pode ter seus agravantes como o AVC, aneurismas, infarto, arritmias cardíacas entre outros.

Porque o problema ocorre?

 

Apesar de as causas deste problema não precisarem estar relacionadas diretamente com um histórico de doenças crônicas como a doença arterial coronariana, é um fator que favorece. Mas ainda não se tem totalmente definido o que realmente causa este mal.

No entanto, uma coisa se sabe, de que 90% dos casos de maus súbito acontecem a partir das arritmias cardíacas, quando o coração acaba tendo seus batimentos irregulares ou descompassados.

Outro fator importante a ser considerado é que entre os esportistas este problema é assustador. uma vez que o esforço físico é muito grande.

Pessoas que fumam, certamente também apresentam-se mais sujeitas a ter problemas de mal súbito. E claro, após o uso excessivo de álcool ou drogas, este mal também poderá se pronunciar.

Sintomas observados

 

Este é um problema imprevisível e como o próprio nome já diz, é súbito e que pode levar a óbito, porém não deve ser confundido com morte súbita. Segundo pesquisas, somente no estado de São Paulo, 20 mil pessoas morrem  disso por ano. Um número alarmante.

Apesar de ser algo que pega de surpresa, é sabido que algumas doenças favorecem como as arritmias e o infarto do miocárdio. E estas doenças podem trazer alguns sintomas como:

  • dor, desconforto ou peso no peito
  • batimentos acelerados
  • dores de cabeça sem explicação
  • ânsia de vômito
  • falta de ar
  • tontura
  • palidez
  • sudorese
  • formigamento do corpo
  • desmaio

Mas, é importante saber que existem casos de arritmias malignas, que são situações de morte súbita onde poderá haver a reversão, caso os sintomas sejam reconhecidos em tempo e aconteça o tratamento imediato.

O que fazer durante o Mal súbito

 

Como já dissemos, este é um mal cruel, e para que a vítima possa ser salva e não sofra maiores complicações, o atendimento precisa ser de imediato, muito rápido.

Até que a equipe de socorro chegue é de primordial importância que o paciente se mantenha vivo até chegar ao hospital e evitar o agravamento do quadro. Então:

Se a vítima estiver consciente

É  importante saber que a morte cerebral acontece após 4 a 6 minutos de parada cardíaca. Portanto, a qualquer sinal é importante tomar atitudes como:

  • A primeira coisa a fazer é se manter calmo
  • Afastar todas as pessoas que possam estar ao redor
  • Se a vítima estiver acordada, procure mantê-la acordada e consciente na medida do possível
  • Ligue imediatamente para o SAMU e espere
  • Evite movimentar a vítima
  • Se possível, ofereça água a ela

Se a vítima não estiver consciente mas respira

 

  • Verifique se ela está respirando aproximando-se do nariz ou da boca
  • Se estiver respirando, deite-a de lado para evitar que em caso de vômito, este vá para o pulmão
  • Espere o socorro chegar
  • Caso a pessoa não tenha sofrido nenhuma queda, ele suas pernas a uns 30 cm

Se a vítima estiver sem respiração e sem batimentos cardíacos

 

Neste caso de falta de qualquer reação, é necessário fazer uma massagem cardíaca. Então:

  • Com as mãos uma sobre a outra, coloque sobre o peito do paciente
  • Deixe os dedos da mão que está por cima entre os dedos da mão inferior
  • Agora pressione o osso esterno, afundando uns 5 cm e volte
  • Faça esse movimento umas 60 vezes dentro de 1 minuto
  • Se cansar o ideal é que reveze com outras pessoas, mas não pare até que chegue o socorro
  • Caso a pessoa não se reanime até que o socorro chegue, é provável que seja usado o desfibrilador

Previna

Claro que nem sempre dá para evitar este mal, mas certamente, todos podemos prevenir este mal com atitudes simples que podemos fazer todos os dias. Então:

  • Beba água o suficiente por dia, especialmente nos dias mais quentes
  • Faça atividades físicas diariamente
  • Faça exames cardíacos periodicamente para garantir de que esteja tudo bem
  • Não coma gorduras e mantenha sua dieta equilibrada e balanceada
  • Não fume
  • Evite o estresse
  • Evite e previna o diabetes
  • Evite e controle o colesterol e triglicerídeos
  • Evite a obesidade
  • Evite tudo o que poderá desestabilizar o seu sistema cardíaco

Prevenção deste mal em bebês

 

Os especialistas ainda não conseguem dar um veredito definitivo sobre a causa do mal súbito em bebês, mas o fato é que os pais de bebês ficam extremamente apreensivos.

Prevenir é o melhor remédio, e além dos cuidados acima descritos, sempre busque:

  • Deixar o berço do bebê livre de travesseiros, cobertores, roupas ou objetos que possam sufocar
  • Não fume durante a gestação nem depois, pois o tabagismo favorece o mal nos bebês.

Prevenção em jovens

Segundo pesquisas, em 90% dos casos de mal súbito em jovens, existe a relação a uma arritmia cardíaca,ou, até mesmo uma má formação do coração, mas que muitas vezes até então, não se teve conhecimento.

Entre esses pode acontecer de antes a pessoa sentir alguns sintomas como dor no peito, enjoo ou ânsia falta de ar, formigamento ou dor de cabeça intensa.

Atenção especial aos idosos

Este é um mal que pode acontecer muito entre os idosos. Aliás, mais entre estes do que entre os mais jovens. Devido a vários fatores comuns nesta fase da vida como diabetes, hipertensão, obesidade, doenças cardiovasculares, que se apresentam como fatore de risco para o mal súbito:

Síncopes vasovagal podem atingir idosos com maio frequência quando acontece uma hipotensão. Por trazerem o organismo mais sensibilizado ou fragilizado, até mesmo por uma medicação podem sofrer os danos. Isso porque dobra na dosagem do medicamento poderá causar a hipotensão e causar o mal súbito.

Então, quem está por perto de um idoso, deverá ficar atento a qualquer desses sintomas aqui descritos.

O que é um Holter 24 horas?

Existem casos em que a pessoa tem problemas de arritmias mas que não aparecem num exame comum de eletrocardiograma. Nesses casos, é importante aplicar o teste de Holter 24 horas.

Esse aparelho irá registrar as variações do ritmo cardíaco em tempo integral durante as 24 horas. Em alguns casos este é um procedimento preventivo e de estudo para saber o que de fato acontece.

E depois o que fazer

A primeira coisa que se deve fazer ao perceber que alguém teve um mal súbito, é certificar-se de que ainda está respirando. em seguida é necessário buscar pela sua pulsação e pela frequência cardíaca.

Caso o coração não esteja ativo, é necessário fazer a reanimação. E aí valem as técnicas de primeiros socorros. É preciso certificar-se de que ela estará respirando também. Essas são medidas básicas que irão ajudar muito até a chegada do Samu ou ao hospital.

Lembre-se de que o fim deste paciente deverá ser no hospital para ter um atendimento do médico que irá fazer todos os procedimentos necessários para salvá-lo.

O atendimento numa situação destas, deve ser muito rápido, e o paciente deverá ficar sob monitoramento, com acesso venoso e suporte respiratório.

Enfim numa sala de emergência, são vários os fatores que serão avaliados, para descobrir qual é o grau do problema do paciente. E em sinal de maior gravidade, o paciente deverá ser submetido a exames mais específicos como a tomografia, por exemplo.

Uma pessoa que sofre de MAL súbito nunca deverá ficar em casa , e sim ir para o hospital imediatamente, pois o caso é de alto risco. E portanto muito sério, e deve ser tratado com atenção.

Cardioversor desfibrilador implantável

Você já ouviu falar sobre este aparelho? Não? Então deixa te contar o que é.

Quando um paciente é diagnosticado com problemas cardíacos, é possível fazer uso deste aparelho que traz uma bateria de longa duração. Este tem por fim monitorar e tratar qualquer alteração grave no ritmo do coração que pode tornar-se mais grave.

Sua eficiência é muito grande, pois até atletas já fazem uso deste com excelentes resultados. Este que também pode ser chamado de marca passo, será regulado de acordo com as necessidades específicas de cada paciente.

O aparelho funciona como um eletrocardiograma em tempo real e integral. A qualquer irregularidade, o aparelho detecta e dá choques no corpo, fazendo com que este retome suas funções de circulação sanguínea.

Com este aparelho é muito mais fácil salvar a vida de uma pessoa, e hoje, felizmente é um aparelho que está disponível no Sistema Único de Saúde(SUS). Pode ser usado e salvar a vida de muitos pacientes com problemas de coração.

Está certo, o bom mesmo é que nunca precise enfrentar uma situação dessas, mas caso precise, é importante estar preparado.

Lembre-se de que a maior causa do MAL súbito é a arritmia, podendo tanto ser lenta como muito acelerada. Porém, infelizmente é um problema que dificilmente poderá ser previsto. Pois, mesmo pessoas com bons princípios de saúde e aparentemente muito saudáveis podem sofrer co isso.

Hoje é sabido que mais de 320 milhões de pessoas sofrem co este problema no país. Dados que de fato são alarmantes.

Leia também:
Sintomas da FEBRE AMARELA, como Tratar e outras informações
Sinais de quem tem câncer e não sabe. Conheça os sintomas mais comuns de quem já teve ou tem um tumor.
Alimentação para GLICOSE ALTERADA ( Cardápio )
Descubra o que é ISQUEMIA Cerebral e como Tratar
Cartão Mensagens e Frases para Dia do Nutricionista, 31 de agosto