O que é Celulite Infecciosa, SINTOMAS E TRATAMENTO

Se você está aqui é porque é apenas mais uma das mulheres que tem pavor das tão temidas celulites e seu efeito visual. Trata-se de uma doença que apresenta a aparência de casca de laranja em muitas partes do corpo.

Mas hoje vamos falar um pouco sobre O que é Celulite Infecciosa, uma doença infecciosa que pode acometer pessoas de ambos os sexos. E que nada tem a ver com a primeira aqui citada.

Algo que não tem nada em comum com a celulite tradicional denominada como lipodistrofia ginóide  que afeta apenas a estética. Mas é sim bem mais preocupante e perigosa, pois pode chegar ao ponto de levar a morte.

Bem diferente daquele visual horrível da pele cheia de furinhos, a celulite infecciosa é grave. Tanto é que pode dar febres altas, depressões da pele, dores intensas entre outros fatores.

O que é

 

Bom, pouca gente sabe, mas essa é uma doença infecciosa que acontece nas camadas mais profundas da pele. E geralmente acomete pessoas através de cortes, picadas de insetos, úlceras, bolhas, feridas,  cortes cirúrgicos, ou seja, ferimentos na pele.

Causada por  terríveis bactérias, especialmente as conhecidas como Staphylococcus aureus ou Streptococcus pyogenes Esta doença também pode acometer pessoas com o sistema imune deficiente, com diabetes, micoses, dermatites, varizes, unha encravada, rachaduras, problemas odontológicos, acnes, inchaço nas pernas e eczemas, entre outros.

É importante você saber, que essas bactérias estão comumente sobre a superfície da derme.  E certamente quando encontram uma oportunidade de entrar no organismo, se instalam e rapidamente fazem um estrago.

celulite infecciosa 480x322 - O que é Celulite Infecciosa, SINTOMAS E TRATAMENTO

Na maior parte das vezes, elas se instalam nas pernas, mas também podem atingir também quaisquer outras áreas do corpo. Como o rosto e pé, por exemplo, onde tem maior poder de proliferação.

 

Pessoas mais susceptíveis

 

Este problema infeccioso tem maior ocorrência em países de clima quente como o nosso Brasil. E afeta mais pessoas entre os 50 e 60 anos de vida.

Certamente, este é um problema que pode atingir qualquer pessoa, no entanto, pessoas com o sistema imunológico deficiente,ficam mais sujeitas por não ter condições de combater as bactérias a princípio.

Pessoas que tem problema de retenção de líquido no corpo, conhecido como linfodemas, e usuários de drogas injetáveis também são mais vulneráveis.

Mas ainda existem outros fatores que podem favorecer este mal como sexo. Com maior incidência entre as mulheres, fatores como a hereditariedade, aumento de hormônios da puberdade, erro alimentar, biótipo físico, sedentarismo, gravidez, medicamentos, sedentarismo, estresse, alcoolismo entre outros, favorecem e muito.

Pessoas idosas também podem ser atacadas por fungos, mas isso é mais raro.

Outros fatores como pessoas tratadas com corticóides, etilismo, câncer, quimioterapia também são favorecedores deste problema.

Como evitar ou retardar o aparecimento

Certamente que todo cuidado é pouco, mas é também bem vindo. e é possível sim, prevenir este tipo de infecção a partir de alguns cuidados simples como:

  • Manter a higiene constante da pele e cuidados necessários
  • Uso de cremes hidratantes com ação bactericida.
  • Manter uma alimentação saudável e equilibrada para fortalecer o sistema imunológico
  • Evitar aberturas e ferimentos na pele, especialmente nas pernas, pés e rosto
  • Manter a pele do corpo sempre bem hidratada para evitar fissuras que facilitem a entrada das bactérias
  • Manter as mãos sempre bem limpas, especialmente quando for trata de algum ferimento
  • Enfaixar a região ferida
  • Evitar contato com qualquer coisa contaminada, especialmente em ambientes públicos ou superlotados
  • Fique atento aos ferimentos, se estes apresentarem vermelhidão, inchaço ou presença de líquido, deve ser imediatamente comunicado o médico
  • Se tem diabetes, atenção redobrada
  • Mantenha dobras do corpo limpas e secas
  • Cuide ao cortar as unhas para não ferir

Sintomas observados

 

A região afetada geralmente apresenta bolhas muito dolorosas e pode também necrosar a região, caso essas bolhas estourem.

Caso a infecção se generalize, pode levar a morte, mas isso acontece raramente.

Mas ainda podem surgir outros sintomas como dor corporal, calor pontual, febre alta, mancha avermelhada e ardente na região, inchaço, pele amaciada no local, ínguas.

E se a infecção chegar ao sangue, ai então poderá acontecer vômitos, febre alta, calafrios, mal estar, enjôos, respiração acelerada, desorientação ou confusão mental.

Caso seja no rosto, o quadro pode se agravar seriamente em poucas horas, especialmente em crianças.

Entre os primeiros sintomas dessa doença temos:

  • Dor;
  • Calor no local;
  • Inchaço;
  • Vermelhidão;
  • Provável ferida ou outro  tipo de ferimento no local, que serviu de porta de entrada para as bactérias;
  • Em casos mais graves a febre, mal estar, calafrios, vômitos, dificuldades de respirar, enjôos;
  • Em casos onde a infecção atinge o rosto, o quadro poderá agravar-se com severa rapidez, podendo gerar convulsões e meningite;
  • Este é um problema que se agrava com intensidade para crianças;

 

Meio de transmissão

 

A notícia de que essa é uma doença que não é contagiosa poderá tranquilizar muita gente. Isso porque não se passa com tanta facilidade de uma pessoa para outra.

O que acontece é que qualquer ferimento na pele, deixa uma janela aberta para entrada de bactérias que poderão causar este mal.

 

Como diagnosticar

 

Quem deverá fazer o diagnóstico deste problema é um médico dermatologista ou infectologista.

Para evitar maiores consequências, assim que surgirem os primeiros sintomas, já será necessário consultar um médico.

O médico, certamente fará um exame clínico de análise do local da infecção. Concomitantemente, deverá pedir exames de sangue específicos de contagem dos leucócitos para determinar o grau da infecção.

Nos casos onde a infecção atinge o rosto, é bem provável que sejam solicitados exames de imagem, como ultrassonografia e tomografia computadorizada.

 

Celulite infecciosa no olho

 

Queremos dar destaque a este tipo de infecção, pois certamente é um dos mais graves níveis desta infecção. E o pior é que pode causar a cegueira.

Este tipo de sinusite pode ter várias causas, entre elas uma sinusite mal curada, uma espinha infeccionada, entre outras lesões próximo aos olhos que podem ser porta de entrada para as bactérias.

Vale salientar que as infecções sempre pegam desprevenidos aqueles que estão com a imunidade baixa.

 

Quais os Tratamentos

 

Para fazer o tratamento adequado é preciso ter o diagnóstico médico. Normalmente ele tirará uma amostra do ferimento para descobrir qual seja a bactéria que está causando.

O tratamento é normalmente feito a base de antibióticos. Mas em casos mais graves, será necessário que o paciente fique internado, recebendo primeiramente antibióticos intramusculares e depois orais, caso melhore o quadro. Ainda a aplicação de curativos úmidos e para aliviar a dor, manter a perna elevada.

Cada tipo de bactéria exige tipos diferentes de antibióticos:

Staphylococcus aureus – devem ser tratados com: nafcilina ou oxacilina, dicloxacilina.

Streptococcus pyogenesJá estas devem ser combatidas com penicilina via oral, penicilina via endovenosa com clindamicina ou ainda com eritromicina com clindamicina.

 

Oxacilina Sódica

 

Este que é um antibiótico pertencente à família das penicilinas, é indicado ao tratamento de infecções por estafilococus. A Oxacilina Sódica que é um princípio ativo, pode ser usada antes dos dados laboratoriais, em pacientes com suspeita de infecção por produtores de penicilinase.

No entanto deve-se tomar o cuidado para que não seja administrado por organismos sensíveis aos efeitos das penicilinas.

No caso de infecções causadas por bactérias tipo a S. Aureus, que são resistentes às Oxacilinas, podem ser administrados a Clindamicina ou o Sulfametoxazol Trimetropin.

A Oxacilina se apresenta como solução, injetável intramuscular ou intravenoso direto, ou ainda por infusão intravenosa.

É o medico que indicará a melhor fórmula para o paciente em específico, e o uso deverá ser rigorosamente seguido de acordo com as dicas médicas ou da bula do medicamento.

No caso de infecções graves, o tratamento com penicilinas deverá perdurar por 14 dias  pelo menos, sendo que em alguns casos mais acentuados, o tratamento deverá ser ainda mais prolongado.

Entre as reações adversas deste medicamento temos, as gastrointestinais, hipersensibilidade à fórmula, neurológicas, renais, hematológica e hepáticas.

 

Cloridrato de Clindamicina

 

Esta substância ativa é indicada para o tratamento de infecções bacterianas como estafilococus, pneumococus e estraptococus. Entre as infecções a serem combatidas, a celulite infecciosa.

A dosagem do medicamento poderá variar muito de paciente para paciente, entre 600 e 1800 mg diários, divididos iguais entre 2, 3 ou até 4 vezes. e para evitar irritações ao esôfago, deverá tomar junto 1 copo de água.

Deve-se tomar atenção à idade do paciente para o ajuste da dosagem, assim como também deve-se estar inteirado das reações adversas que são possíveis de acontecer.

 

Dipirona

 

Geralmente junto com a infecção, vem também a febre. E para controlar essa febre, existem medicamentos farmacêuticos como a Dipirona que é bastante conhecida.

No entanto, é necessário que este medicamento, que é o segundo mais indicado pelos médicos,  seja usado de maneira adequada para não prejudicar a saúde.

Se usado incorretamente poderá causar a baixa rápida da temperatura corporal e também causar a sensação de fraqueza. Além do mais é um medicamento que não deve ser usado por diabéticos, e acaba adiando a cicatrização.

Então deve ser usado estritamente segundo as indicações médicas.

O preço deste medicamento é muito acessível, mais ou menos 6 reais.

 

Pomada Sulfato de Bacitracina + Neomicina + Bacitracina

Os antibióticos ativos desta pomada, fazem dela extremamente potente no trato de problemas infecciosos de pele.

De baixo custo, esta é uma pomada que pode ser usada numa fina camada sobre o local afetado, previamente limpo. Mas, seu uso, quantidade e vezes durante o dia, devem ser feitos somente sob prescrição médica.

O preço do produto é bem acessível, não custando mais do que 12 reais.

 

Como evitar esse tipo de celulite?

 

É possível sim evitar esse tipo de celulite infecciosa que pode ser fatal quando em estágio avançado e não tratado adequadamente. Então:

  • Conserve sua pele sempre muito bem hidratada; Assim evitará o rompimento da pele devido ao ressecamento;
  • Sempre que for mexer em alguma lesão pelo corpo, esteja com as mãos muito bem higienizadas;
  • Nunca cutuque ou esprema espinhas;
  • Se for mexer num ferimento, além de estar com as mãos limpas, ainda higienize o local antes com água e sabão;
  • Mantenha sua imunidade alta;
  • Coma bem;
  • Ingira vitaminas como A, C e E todos os dias, para evitar o desenvolvimento dessas infecções de pele.

E se não tratar, existem riscos?

 

Se não tratar, a doença irá progredir chegando a um quadro grave. Podem aparecer abscessos, a desconstrução da região afetada, trombose venosa profunda, proliferação bacteriana levando a morte. Isso pode chegar até 20% dos casos.

*É importante saber que quem for acometido deste mal de Celulite Infecciosa pode ter reincidência do problema em até 6 meses. Isso pode acontecer em até 12% dos casos.

*Outra coisa é saber da importância de não se demorar a buscar ajuda médica, pois as mortes causadas por essa doença geralmente são pelo fato de não dar importância ao problema. Não procurar ajuda médica e atrasos no tratamento  que poderá resultar em infecção generalizada.

O tratamento por si só já é complicado devido a falta de resposta dos medicamentos no combate a infecção, imagina sem.

 

Depois que você já tem uma enorme gama de informações sobre O que é Celulite Infecciosa, este assunto que é tão assustador,  resta tomar todos os cuidados necessários para evitar chegar a ter este problema.

Mas caso aconteça de adquirir uma infecção tão temida dessa natureza, o mais indicado é não esperar complicar, correr imediatamente para o médico e buscar solução para o problema.

Leia também:
Remédio antibiótico e Pomada para Erisipela ( Tratamento Eficaz )
Pomada para Celulite no Bumbum, Nomes (Tratamento)
Antibiótico remédio para tratar Clamídia ( Dst, Veja como tomar )
Pomada para Foliculite, Os tipos, Tratamento Completo
Remédios e pomada para Cervicite, Tratamento