Sintomas da FEBRE AMARELA, como Tratar e outras informações

A febre amarela é uma doença que por muitos anos não era tão divulgada como em nossos dias, pois a epidemia tomou conta em grande parte de nosso país levando muitas pessoas a óbito. A doença recebe esse nome por causar Icterícia, deixando a região dos olhos e a pele com um tom amarelado.

Nas regiões urbanas , a doença é causada pelo mosquito Aedes Aegypti através da picada em humanos. Por isso, é preciso que se entenda que os macacos não são os culpados da doença, pois somente na falta destes é que os mosquitos buscarão picar os humanos.

Sabendo disso, a vida dos macacos devem ser preservadas, independente da região onde eles se encontram, pois enquanto eles existirem, eles sim, serão as vítimas primárias da doença.

A doença é bem conhecida na América Central e do Sul como também em alguns países da África, podendo acontecer tanto nas áreas rurais como urbanas.

Sintomas observados

Em geral, uma pessoa contaminada pelo mosquito da não apresenta sintomas, mas quando eles aparecem podem ser:

  • Sensação de cansaço
  • Calafrios
  • Febre alta
  • Dores musculares
  • Dor de cabeça
  • Vômitos
  • Náuseas

Os sintomas persistem por até 3 dias e nas situações mais agravantes, após uma ligeira melhora, podem surgir as complicações com problemas renais e hepáticos, amarelamento nos olhos, cansaço intenso, complicações com hemorragias.

sintomas da febre amarela 480x270 - Sintomas da FEBRE AMARELA, como Tratar e outras informações

Como é a transmissão

A transmissão da doença acontece da seguinte forma:

Região silvestre – nesse caso o mosquito Haemagogos pica um indivíduo que circula por essa área e que nunca tenha recebido uma vacina contra a doença.

Região urbana – ao se dirigir para a cidade, esse mesmo indivíduo que foi picado pelo mosquito na floresta, se tornará um portador da doença, pois ao chegar no meio urbano, poderá ser picado pelo Aedes Aegypti que se tornará o propagador da doença para outros indivíduos.

Nota – precisamos entender que nem o homem, nem o macaco podem por si, contagiar outros seres, pois tudo acontece com a ação dos mosquitos.

A vacina

Apesar de ser considerada muito eficaz, a vacina contra a Febre amarela que é usada desde a década de 1930, em casos muito raros, pode não proteger tanto assim, pois existem casos de indivíduos que mesmo depois de vacinados, adoeceram e alguns até perderam a vida por conta da doença.

A vacina pode ser encontrada em dose fracionada com prazo de validade para 9 anos enquanto que se for usada a dose completa, a proteção é para a vida toda.

vacinacao febre amarela 480x320 - Sintomas da FEBRE AMARELA, como Tratar e outras informações

A vacina é feita no braço, logo abaixo da pele e começa agir a partir do décimo dia após a vacinação, deixando o indivíduo bem protegido contra a doença. A ação da vacina é provocar no organismo sua própria defesa contra o vírus causador da doença.

Alguns remédios que auxiliam no combate a doença:

  • Analgésicos – Dipirona e Paracetamol
  • Contra o vômito – Metoclopramida
  • Contra a febre – Paracetamol
  • Remédios para auxiliar as funções digestivas – Omeprazol e Cimetidina que também evitarão os sangramentos

Medicamentos que não podem ser administrados nessa situação:

  • Doril
  • Calamdor
  • AAS
  • Aspirina

Além disso, medicamentos que contém Ácido Acetilsalicílico também não são recomendados, pois podem causar hemorragias e levar o paciente a óbito.

Como é o Tratamento no Hospital

Assim que se detecta a doença, o paciente precisa ser encaminhado a um hospital onde será tratado com medicamentos que controlam os sintomas. Já para os casos mais preocupantes, o paciente é internado em UTI para receber uma atenção especial enquanto se aplicam os medicamentos para controlar e combater a doença.

Nota – pessoas com Febre Amarela devem ingerir muito líquido para manter o corpo bem hidratado. Nesse caso, água pura, sucos naturais e água de coco são as melhores opções enquanto que as bebidas estimulantes como as alcoólicas, café, chá preto e refrigerantes devem ser cortados.

É preciso entender que não existe um medicamento mais específico para combater a doença. Com isso, a intenção é combater os sintomas com antitérmicos para baixar a febre, analgésicos para combater as dores e assim por diante até que a doença seja controlada.

Casos mais graves – para as situações mais graves, quando a Icterícia toma conta do corpo, por não existir uma solução garantida para o combate a doença, insiste-se no combate aos sintomas, mas nesse caso, nem sempre é possível combater a doença, levando a falência dos órgãos e ao óbito do paciente.

Nesse caso, os medicamentos utilizados para controlar a doença são injetáveis juntamente com o soro e a aplicação de oxigênio para evitar as hemorragias e a desidratação do paciente.

Outras Prevenções

A melhor forma de se prevenir contra a doença é vacinar-se contra ela e isso vale tanto para as pessoas que moram em regiões onde existe o perigo da doença, como para pessoas que viajam para essas regiões. Lembrando que a vacina só começa a fazer efeito 10 dias após a vacinação.

Mesmo com a proteção da vacina, evite expor-se a ação do mosquito transmissor da doença. Nesse caso, eis algumas dicas úteis.

  • Mantenha as janelas do imóvel protegidas com a tela protetora contra mosquitos.
  • Elimine possíveis focos de proliferação dos mosquitos.
  • Na medida do possível, acostume-se a usar roupas compridas, evitando deixar a pele exposta para a ação dos mosquitos.
  • Se necessário, proteja a cama com os mosquiteiros.
  • Use repelentes de mosquitos que sejam realmente qualificados para espantá-los.
Leia também:
Remédio e Pomada para HPV em homens ( Recomendações, Tratamento )
Calendário de Vacinação para Bebê e idade até os 13 Anos
Remedinhos para Baixar a Febre do Bebê, Nomes, Tratamento
Pomada para Picada de INSETO e PELE INFLAMADA
Remédio Ciprofloxacino Como tomar, Para que Serve