Tipos de Furos na Orelha, Como Escolher, Nomes

Desde que a ideia de furar a pele para colocar piercings surgiu, a tendência tem ganho a preferência de um número cada vez maior de pessoas, independente de sexo ou idade.

Com isso, as ideias para esses acessórios no corpo mudam a cada pouco. Por isso, vamos aqui comentar um pouco sobre os tipos de furos na orelha que especialmente os mais jovens estão buscando.

Aproveite para conferir as imagens e tire suas dúvidas sobre esse assunto que ainda divide opiniões.

Terceiro Furo

Para aqueles que são mais ousados e apreciam já a algum tempo o uso de piercing, podem apostar na ideia do Terceiro Furo na orelha. Nesse caso, pode-se optar por esse acessório em uma mesma região da orelha ou em locais diferentes, levando-se em conta as dificuldades para a colocação e é claro o que se espera com o novo visual.

Uma ideia para quem gosta de piercing na orelha

 

Três acessórios diferentes numa mesma região da orelha

 

Visual diferente com jóias delicadas

 

Acessórios com brilhante em tamanhos diferentes

 

Furo Tragus

A região denominada de Tragus na orelha, fica bem junto à entrada do canal auditivo e por conta disso, é preciso um cuidado ainda mais especial com respeito ao processo de cicatrização do furo para evitar uma inflamação. O indivíduo não sente muita dor durante o trabalho de perfuração e colocação do piercing e o tempo de cicatrização, varia de 3 meses a 12 meses, desde que todos os cuidados, após a colocação, sejam respeitados.

 

Acessório simples, porém, bem apresentável para ajudar no visual

 

Segundo furo na região do Targus, elegante,, mas dolorido

 

Mais uma ideia que pode servir de inspiração

 

Vários acessórios juntos, para aqueles que apreciam essa ideia

 

Rook

A região denominada de Rook na orelha é um local onde a cartilagem é bem espessa. Por conta disso, para quem desejar um piercing nesse local precisa estar consciente  que deverá suportar dor intensa tanto no momento como algum tempo depois dela.

Após a perfuração e colocação do piercing, o local vai ficar inchado e bem dolorido por pelo menos 10 dias. O processo de cicatrização desse furo na região do Rook pode levar até 12 meses, desde que todos os cuidados para evitar uma inflamação sejam respeitados.

Três pequenas joias em locais diferentes

 

Jóias que combinam para ajudar no visual

 

Uma ideia mais romântica para combinar

 

Combinação em dourado com peças diferentes

 

Helix

Para quem desejar colocar um piercing na orelha, uma boa dica é colocar esse acessório na região do Helix, pois nesse local a cartilagem é mais mole e com isso, a dor não é tão forte, facilmente suportável. Com respeito ao processo de cicatrização, esse também é mais tranquilo, mas não dispensa os devidos cuidados, mesmo não havendo tantos riscos de inflamação ou rejeição da peça.

O tempo de recuperação até a cicatrização completa varia de 2 meses a 8 meses, desde que se tome os devidos cuidados por parte do indivíduo.

 

Destaque para a joia em forma de folha

 

Variação de modelos para os mais ousados

 

Três furos com peças diferentes que combinam

 

Visual mais minimalista com boa combinação

 

Conch

Conch ou Iner Conch é um dos tipos de furo na orelha que exige um pouco mais de coragem por parte do indivíduo que está aderindo a essa moda. Sabemos que a concha da orelha é um local mais complicado para furar,  pois a cartilagem é mais firme e dura. Além disso, a dor se torna mais intensa, o que exige maiores cuidados também por parte do profissional que fará o trabalho.

O tempo de recuperação após a colocação, vai depender dos cuidados com a higienização e também da saúde de cada indivíduo e mesmo assim, até que cicatrize por completo, o processo poderá durar até 12 meses.

Joias diferentes para um visual delicado

 

Simples e discreto para combinar com o brinco

 

Bonito mas bem discreto

 

Uma opção para quem quer algo mais discreto

 

Cuidados com o Piercing

Além de escolher um bom profissional para colocar o piercing, seja na orelha ou em qualquer outro local no corpo, após a colocação, é preciso tomar alguns cuidados, especialmente nos primeiros dias, até que ocorra a cicatrização no local. Vamos a alguns desses cuidados:

  • Lave as mãos antes de tocar no piercing já colocado, se possível, use um sabonete antibacteriano,
  • Cuide para manter a pele ao redor do piercing bem higienizada e esterilizada, a dica é usar o soro fisiológico com gaze para esse cuidado,
  • Mantenha o local bem protegido com uma pomada anti-inflamatória indicada por um médico dermatologista,
  • Na higienização, não esqueça de manter o local bem seco para evitar riscos de uma infecção por bactérias.
  • No momento da higienização, movimente a joia com cuidado para não ferir ainda mais a pele e interromper a cicatrização,
  • Cuidado no momento de tirar ou vestir uma peça de roupa para não enroscar no piercing.

Pomadas e Anti-inflamatórios

Para garantir a proteção contra possíveis infecções ou inflamações causadas pelos furos para piercing na orelha ou em qualquer outra parte do corpo, é importante ter cuidado com a higienização do local e também usar um medicamento mais específico com ação anti-inflamatória.

Para isso, existem algumas ótimas opções em medicamentos que certamente contribuirão para essa segurança. Vamos a algumas dessas opções:

  • Pomada Diprogenta – trata-se de um medicamento com ação anti-inflamatória, anti-pruriginosa e vaso-constritora, bastante recomendada para tratar de infecções na pele causadas por bactérias e outros micro-organismos.

Substâncias ativas nesse medicamento – Dipropionato de Betametasona e Sulfato de Gentamicina.

  • Pomada Quadriderm – trata-se de um medicamento com ação anti-inflamatória que também apresenta propriedade bactericida e fungicida, capaz de combater muitas inflamações ou infecções que acontecem na pele.

Substâncias ativas nesse medicamento – Valerato de Betametasona, Sulfato de Gentamicina, Cliquinol, Tolnaftato.

  • Nimesulida Gel – esse é um medicamento com ação anti-inflamatória que também é muito recomendado para combater não apenas a inflamação na pele como também o inchaço, a dor e a febre. Trata-se de um medicamento indicado para crianças acima de 12 anos e para adultos que também é encontrado em outras apresentações.

Leia também: