Como Plantar chuchu em Casa, passos

Saber como plantar chuchu em casa pode trazer muitos benefícios, tanto para a saúde familiar como para o bolso, pois essa planta fruta é rica em nutrientes saudáveis que o organismo precisa e, dessa forma, tanto pode ser útil na alimentação como para a saúde do corpo.

Conhecendo a planta

Originária da América Central, o Chuchu também conhecido como Sechium Edule (nome científico), por Machucho, Pimpinela entre outros nomes, é muito cultivado em diversas partes do planeta uma vez que se adapta facilmente ao solo e produz em abundância.

Esse fruto apresenta o formato de uma pera e pode chegar a 20 cm de comprimento apresentando uma cor verde clara ou mais escura.

Ainda existe uma espécie dessa fruta, que pode alcançar um tamanho maior chegando a 30 cm de comprimento conhecido por “chuchu Gigante” com as mesmas qualidades das espécies menores.

Clima ideal

O chuchu, encontrado em espécies diferentes, se desenvolve muito bem em regiões de clima quente e úmido, onde a temperatura minima fica acima de 13º C, já que a planta não suporta o frio e é muito sensível à geada. Para quem deseja cultivar esse tipo de alimento rico em água, vai precisar de uma temperatura ideal entre 18º C e 27ºC para conseguir os melhores resultados.

O local para cultivo do chuchu não necessita de muito sol, desde que não falte a luminosidade e, por isso, se adéqua facilmente em locais com pouca sombra.

O solo

Com respeito ao solo, esse não precisa ser necessariamente muito adubado, basta que seja rico em matéria orgânica. Para quem deseja saber como plantar chuchu em casa, é bom lembrar que como adubo, até os restos de alimentos e outros dejetos de matéria orgânica servem para colocar na cova das mudas, mas é claro que quanto mais adubo para nutrir a plantação, melhores serão os resultados na colheita.

Montando a parreira

Por se tratar de uma planta trepadeira, o Chuchuzeiro precisa de sustentação para se desenvolver e fornecer seus frutos. Assim, para quem deseja cultivar o chuchu para fins comerciais, melhor mesmo é preparar uma estrutura própria para sustentação do baraço e, nesse caso, uma parreira é a melhor alternativa.

Essas estruturas montadas podem ser em estilo pergolado construídas com material próprio a ser escolhido ou então na forma de cercados usando-se os palanques de concreto e arame de aço onde o baraço poderá se apoiar e crescer.

Já quem desejar cultivar o chuchu em um local menor, apenas para consumo próprio, é bom lembrar que o baraço dessas plantas podem crescer sobre árvores, muros e cercas e, nesse caso, fica até mais fácil o cultivo desde que haja um local para sustentar a planta.

Como é o Plantio

O chuchuzeiro também tem a vantagem de ser uma planta perene e quando cultivado em regiões onde não há inverno e também não falta umidade na terra, pode produzir frutos por até 10 anos, o ano inteiro. Porém, para quem cultiva para comercializar, o normal é trocar a plantação a cada 2 ou 3 anos.

Para quem quer saber como plantar chuchu em casa, usa-se o fruto inteiro, mas para isso, é preciso deixá-lo por pelo menos 15 dias em um local escuro para que a brotação aconteça. Algumas vezes, quando o fruto é deixado no pé, pode acontecer de, ali mesmo a brotação acontecer para também ser aproveitado.

O momento do plantio deve acontecer quando o broto atingir um tamanho de 10 cm a 15 cm. A cova deve ser preparada com antecipação já com a adubação escolhida e para plantar, enterra-se a fruta apenas pela metade ou pouco mais, nunca toda ela para facilitar a respiração e evitar o apodrecimento, deixando a brotação bem aparente.

Ainda com respeito à brotação, a recomendação para um cultivo comercial é deixar as mudas com 5 m de distância uma da outra. Isso vai permitir que  as plantas se desenvolvam e frutifiquem em abundância.

A Colheita

Quando corre tudo bem para o desenvolvimento do chuchuzeiro,  a colheita das frutas do chuchu começa a acontecer a partir de 90 a 120 dias do plantio, pois varia conforme a qualidade que é cultivada. Em geral o fruto é colhido 2 semanas após a abertura da flor, pois com esse ponto, ele mas macio e muito próprio para quem desejar fazer conservas.

Com o passar do tempo, na medida em que a fruta cresce, começa a enxugar, mas não perde suas propriedades. Por vezes, quando passa do ponto de colheita, mesmo preso ao pé, ele pode abrir na extremidade e começar a largar broto e, nesse caso, poderá ser aproveitado para muda em uma próxima plantação.

O consumo de chuchu pode trazer os seguintes benefícios:

  • Controla a Diabetes – o chuchu contém muito pouco açúcar e, por isso, é recomendado para pessoas que tem diabetes e por ser rico em fibras, retarda o processo de digestão e com isso, auxilia na diminuição da absorção da glicose no sangue.
  • Previne e combate a Anemia – por ser rico em vitamina B12 e ferro, o chuchu também ajuda a prevenir e combater a anemia. Seu consumo estimula a produção de Hemácias no sangue e aumenta os níveis de Hemoglobina.
  • Evita o envelhecimento precoce,
  • Previne o AVC,
  • Promove a saúde da Tireoide,
  • Combate a obesidade,
  • entre outros benefícios.

 

Leia também: