Como Plantar Tomates e ter o seu cultivo sem Agrotóxicos

Saber como plantar tomates pode ser muito vantajoso, pois essa hortaliça, indispensável na cozinha de quem preza pela saúde, é rica em nutrientes e favorece no preparo de vários pratos salgados e, como em nossos dias, ele é cultivado quase que a base de fertilizantes químicos e pesticidas, nada como o cultivo próprio, seja em canteiros maires no fundo do quintal ou em vasos pequenos para quem tem poucos espaços em casa.

O que é

O cultivo do tomate tem sua origem na América Central, mais precisamente na região dos Andes e no México sendo introduzido na Europa como uma planta ornamental para o jardim, no século XVI. Acreditava-se que o fruto dessa planta fosse tóxico, por ser parente da Belladona que uma planta perigosa podendo ser mortal.

Com o tempo então, descobriu-se que não existe perigo algum em consumi-la, pelo contrário, é muito rica em nutrientes saudáveis e necessários para o organismo humano.

Para quem desejar cultivar, hoje podemos contar com uma variedade de espécies, cada uma com suas características e vantagens que motivam o cultivo e o consumo e, por isso, pode-se dizer que se trata de um dos frutos mais cultivados no planeta.

Preparando a Horta

O tomateiro pode ser plantado em locais bem variados, desde que exista espaço suficiente para que possa se desenvolver e dar seus frutos.

A terra para o plantio em  hortas, deve ser fértil e rica em matéria orgânica, com pH entre 5,5 e 7 de acidez, um cuidado que precisa existir para garantir o melhor desenvolvimento das plantas e melhor colheita.

Ainda no que diz respeito ao preparo do terreno para o plantio, este não pode ser argiloso e apenas conservar-se úmido, nunca encharcado e para isso, tanto pode ser cultivado em estufas ficando mais livres de pragas como também a céu aberto. Assim que são plantadas as mudas é importante já adiantar o trabalho de estaqueamento para que as plantas na medida que ganham tamanho, também recebam suporte para se sustentarem.

Para o estaqueamento, a dica é usar as varas de bambu ou mesmo de madeira na medida de 2 metros de altura onde as plantas deverão ser amarradas com cuidado enquanto ganham altura.

Quanto a distância do plantio entre as mudas, recomenda-se um espaço de 50 a 60 cm e distanciamento entre linhas de 1,20 m para facilitar o desenvolvimento das plantas e o trabalho de manutenção e depois, a colheita.

Pouca gente sabe, mas os tomateiros são considerados plantas perenes de vida curta, mas em condições climáticas satisfatórias, eles podem produzir frutos por mais de ano, uma grande vantagem para aqueles que desejam cultivar apenas para consumo próprio.

As Sementes

Para quem desejar produzir as próprias sementes para o cultivo do tomate, isso pode ser feito à moda antiga. Basta escolher alguns tomates maduros, retirar a semente e deixá-las secar à sombra. Depois de secas, podem ser plantadas em bandejas próprias e assim esperar a germinação e o aparecimento das mudas.

A adubação

Para uma adubação mais ao natural, a proposta é colocar nas covas pelo menos 150 gramas de húmus de minhoca e também adubo de cobertura pelo menos a cada 30 dias. A partir do momento em que o fruto começa a crescer, deve-se aplicar um fertilizante líquido para tomateiros.

Uma boa ajuda para a adubação são as folhas em processo de decomposição colocadas nas covas ou ao redor da planta, pois além de adubar, ajudam a conservar a umidade.

Irrigação

Com respeito aos cuidados com a irrigação, aqueles que querem aprender como plantar tomates devem ficar atento à umidade do solo, e irrigar somente quando este estiver mais seco. Em geral, a irrigação é feita diretamente na terra, 2 vezes na semana, sempre com pouca água, apenas para umedecer o solo e em época de mais calor, a irrigação pode ser mais frequente, mas sem excessos.

Em Vasos para Apartamento

Hoje em dia, é muito comum o cultivo de tomates em vasos acomodados em sacadas de apartamentos, nas varandas e outros locais com espaço e luminosidade apropriada ao cultivo, não precisando necessitosamente uma horta.

Para esse tipo de cultivo, pode-se optar por espécies de tomateiros considerados anões, próprio para o cultivo em vasos pequenos e que da mesma forma produzem mutos frutos. Assim como o plantio em hortas, também para o cultivo em vasos, a terra precisa ser bem adubada com um pH variável entre 5,5 a 7 para uma produção excelente.

Quando Colher

Não basta saber como plantar tomates, é preciso saber quando colher e, nesse caso, a colheita varia de acordo com a espécie plantada. Em geral, esse trabalho começa a partir de 7 ou 8 semanas após a plantação das mudas, mas existem situações em que a colheita demora um pouco mais podendo levar até 16 semanas até o começo desse trabalho.

Algumas espécies de tomate, precisam de um maior tempo de maturação antes de serem colhidas, pois isso implica no sabor da fruta e, nesse caso, a colheita só é feita quando o tomate se encontra totalmente maduro. Já outras espécies permitem a colheita um pouco antes com a fruta ainda mudando da coloração esverdeada para o vermelho para terminar a maturação longe do pé, uma prática muito comum quando se trata de tomates para serem comercializados.

Dessa forma, dependendo da distância a ser percorrida para que os tomates sejam entregues, eles podem resistir mais tempo enquanto terminam de amadurecer.

Leia também: